Política

Com apenas dois votos contrários, deputados aprovam plano de aplicação de recursos do Fundersul

A primeira sessão por videoconferência dos deputados estaduais de Mato Grosso do Sul realizada na manhã desta terça-feira (7), durou 45 minutos e teve a aprovação por 19 votos favoráveis e dois contrários, do plano de aplicação dos recursos do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul). O […]

Renata Volpe Publicado em 07/04/2020, às 10h08 - Atualizado às 12h03

Sessão remota
Sessão remota - Sessão remota

A primeira sessão por videoconferência dos deputados estaduais de Mato Grosso do Sul realizada na manhã desta terça-feira (7), durou 45 minutos e teve a aprovação por 19 votos favoráveis e dois contrários, do plano de aplicação dos recursos do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul).

O plano pede a aprovação do uso de R$ 778.100.900,00 do Fundersul, sendo R$ 169.525.200,00 de transferência aos municípios e R$ 608.575.700,00 à Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos).

Apenas Felipe Orro e Onevan de Matos (PSDB) não votaram, mas estavam na videoconferência. Capitão Contar (PSL) e João Henrique Catan (PL) foram contrários ao projeto do plano de aplicação dos recursos para este ano.

Contar justificou o voto dizendo que a prestação de contas do Fundersul não lhe foi apresentada, por isso, se posicionou contrário. Já João Henrique afirmou preocupação com a saúde em tempo de pandemia do coronavírus. “O Fundersul talvez seja a única fonte de investimento em MS. Não tivemos a fiscalização e participação no plano, as nossas emendas de R$ 20 milhões sendo convertida para saúde, mas precisamos avançar mais. Prioridade é a saúde e estimativa de perda do governo é de R$ 1 bilhão de ICMS. Precisamos ter cuidado para não ficar com a saúde ausente”.

Como a CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) aprovou de forma unânime a proposta, os outros 19 parlamentares seguiram o voto do relator, Rinaldo Modesto (PSDB).

Lídio Lopes (Patriota) foi favorável ao projeto. “Os estados e municípios passam por grandes problemas devido ao coronavírus, mas a pandemia vai passar. Não podemos focar só na saúde, os investimentos precisam continuar”.

O presidente da Casa de Leis, Paulo Corrêa (PSDB) pediu aos deputados para estarem presentes, em uma reunião também por videoconferência, com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), às 11h desta terça-feira. Segundo o presidente, o governador quer agradecer a participação conjunta dos 24 deputados para destinar R$ 20 milhões de emendas ao Fundo Municipal de Saúde, no combate ao coronavírus.

Jornal Midiamax