Política

Câmara aprova remanejamento de R$ 25,8 milhões da Prefeitura de Campo Grande

Por 19 a 3 votos, a Câmara Municipal de Campo Grande aprovou na sessão desta terça-feira (5) projetos de abertura de crédito suplementar da Prefeitura, que somam R$ 25,8 milhões. Um dos pedidos é de R$ 2,1 milhões de suplementação – medida remaneja verba dentro do Poder Executivo – e vai para o Fmis (Fundo […]

Mayara Bueno Publicado em 05/05/2020, às 11h00 - Atualizado em 19/07/2020, às 20h28

Vereadores durante sessão ordinária na Câmara Municipal de Campo Grande. (Foto: Izaías Medeiros, CMCG, Arquivo).
Vereadores durante sessão ordinária na Câmara Municipal de Campo Grande. (Foto: Izaías Medeiros, CMCG, Arquivo). - Vereadores durante sessão ordinária na Câmara Municipal de Campo Grande. (Foto: Izaías Medeiros, CMCG, Arquivo).

Por 19 a 3 votos, a Câmara Municipal de Campo Grande aprovou na sessão desta terça-feira (5) projetos de abertura de crédito suplementar da Prefeitura, que somam R$ 25,8 milhões.

Um dos pedidos é de R$ 2,1 milhões de suplementação – medida remaneja verba dentro do Poder Executivo – e vai para o Fmis (Fundo Municipal de Investimento Social), destinado a ‘atender despesas com repasse para entidades de assistência ao idoso’; Segov (Secretaria de Governo), para ‘atender despesas com subvenções sociais’ e Semadur, abrangendo ‘despesas com convênio junto a UFMS visando implementação de estação de monitoramento de qualidade do ar.

O segundo projeto pede abertura de crédito suplementar no valor de R$ 23.727.000,00, que vão para a Seges (Secretaria de Gestão), com o objetivo de ‘atender despesas com a reforma da Escola de Governo de Campo Grande; Semed (Secretaria Municipal de Educação), para ‘repasse de recursos do Fundeb e Funesp (Fundação Municipal de Esporte) recebe parte da verba para implantar academias ao ar livre’.

A Sisep (Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos) também está na lista e vai receber suplemento para ‘atender despesas com pavimentação asfáltica, execução do Prad [Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas] da Praça das Águas, reforma de trechos do canal do prosa, revitalização e abertura do parque Consul Assaf Trad, aquisição de materiais, reforma da praça amigos do Vaguinho’.

Ambas propostas precisam ser votadas na Câmara Municipal de Campo Grande. Suplementação é o remanejamento de verbas públicas já previstas, que estavam direcionadas para um fim e, para ajustes no orçamento, o Poder Público altera a destinação, por meio de pedidos como estes.

Votação

Votaram a favor os vereadores Delegado Wellington, Ademir Santana, Dr. Lívio, Enfermeira Cida Amaral João César Mattogrosso, todos do PSDB. Enfermeiro Fritz, Chiquinho Telles, Odilon de Oliveira, Otávio Trad, Valdir Gomes, estes do PSD, e Dr. Sami (MDB). Pastor Jeremias (Avante) votou favorável, assim como Veterinário Francisco e Carlão, do PSB, Betinho e Gilmar da Cruz, do Republicanos, também. Ainda, Dr. Cury (DEM), Eduardo Romero (Rede), Cazuza (PP).

Os parlamentares contrários foram André Salineiro (Avante), Vinícius Siqueira (PSL) e Papy  (SD). No momento da votação, estavam ausentes do plenário os vereadores Ayrton Araújo (PT), Dharleng Campos (MDB), Willian Maksoud (PTB) e Junior Longo (PSDB).

Jornal Midiamax