Política

Reinaldo é diferente do PSDB, analisa Marquinhos sobre apoio tucano em 2020

“A pessoa física do Reinaldo não é a pessoa jurídica do PSDB”, afirmou o prefeito Marquinhos Trad (PSD) na manhã deste sábado (4), em breve passagem pela eleição para escolha do novo presidente do diretório estadual tucano, em Campo Grande. No evento, foi confirmada a chapa encabeçada pelo secretário Especial de Articulação Política, Sérgio de Paula. […]

Danúbia Burema Publicado em 04/05/2019, às 12h58 - Atualizado às 13h00

 (Foto: Marcos Ermínio)
(Foto: Marcos Ermínio) - (Foto: Marcos Ermínio)

“A pessoa física do Reinaldo não é a pessoa jurídica do PSDB”, afirmou o prefeito Marquinhos Trad (PSD) na manhã deste sábado (4), em breve passagem pela eleição para escolha do novo presidente do diretório estadual tucano, em Campo Grande. No evento, foi confirmada a chapa encabeçada pelo secretário Especial de Articulação Política, Sérgio de Paula. Ele assumiu o posto com o fim do mandato do deputado federal Beto Pereira (PSDB), que desistiu de disputar a reeleição em nome do entendimento.

Marquinhos explicou ter comparecido à sede do partido para cumprimentar Beto pelo mandato e desejar boa sorte ao novo presidente do diretório regional. E frisou estar ciente da diferença entre o compromisso pessoal firmado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) com sua reeleição e o apoio do PSDB à sua candidatura, que não foi declarado.

No evento, Reinaldo evitou comentar a sucessão de Marquinhos e disse que o assunto deve ser discutido somente a partir de abril do próximo ano. Já a deputada federal Rose Modesto (PSDB) defendeu que os tucanos meçam os nomes de suas lideranças por meio de pesquisas de intenção de voto.

Na avaliação da deputada, é “precipitado” dizer que o partido não terá candidato à Prefeitura de Campo Grande em função do apoio do governador a Marquinhos, por ter grandes nomes em seus quadros e que podem ser colocados à disposição dos eleitores.

Jornal Midiamax