Política

Estudante da UFMS usa tribuna na Assembleia para pedir apoio ao Ensino

O estudante Mateus Prado, acadêmico de Ciências Políticas e Sociais da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) usou a tribuna da ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) nesta terça-feira (14) para pedir apoio ao Ensino e se posicionar contra o corte de verbas para as instituições. “Repudiamos veemente os ataques que […]

Evelin Cáceres Publicado em 14/05/2019, às 13h21 - Atualizado às 19h52

O acadêmico Mateus Prado, da UFMS (Foto: Luciana Nassar/ALMS)
O acadêmico Mateus Prado, da UFMS (Foto: Luciana Nassar/ALMS) - O acadêmico Mateus Prado, da UFMS (Foto: Luciana Nassar/ALMS)

O estudante Mateus Prado, acadêmico de Ciências Políticas e Sociais da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) usou a tribuna da ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) nesta terça-feira (14) para pedir apoio ao Ensino e se posicionar contra o corte de verbas para as instituições.

“Repudiamos veemente os ataques que estamos sofrendo do Governo Federal com o corte de recursos para as universidades, que irá atingir bolsas de estudos e até manutenção e infraestrutura das instituições”, informou o acadêmico, que utilizou o espaço por solicitação do deputado estadual Pedro Kemp (PT).

“Jovens e adultos destinam parte de seu tempo para adquirir conhecimento e fazer pesquisas, auxiliando no desenvolvimento do Brasil. O dinheiro público está sendo bem utilizado na promoção do ensino e desenvolvimento de pesquisas nas mais diversas áreas”.

Os acadêmicos devem fazer um ato público a partir das 8h na UFMS nesta quarta-feira (16) em manifestação contra os cortes. O deputado estadual Cabo Almi (PT) disse ser a favor do movimento. “Este corte de recursos é o ponto de partida para que os estudantes se unam, pois é o futuro desta juventude que está em jogo. Além destas, muitas mudanças estão por vir. Se temos que discutir qualidade e evasão, tudo bem, mas, é agora ou nunca, os jovens precisam se mobilizar”, declarou.

Jornal Midiamax