Política

‘Enfia moção no **’: Vereadores de Campo Grande se revoltam com post de deputado

O vereador Wellignton (PSDB) usou a tribuna na última sessão da semana da Câmara Municipal de Campo Grande, nesta quinta-feira (02), para criticar uma postagem em rede social do deputado federal Loester Trutis (PSL), sobre a falta de investimentos no esporte. Os vereadores apresentaram uma Moção de Repúdio ao parlamentar e pedem uma retratação pública […]

Evelin Cáceres Publicado em 02/05/2019, às 12h26 - Atualizado em 03/05/2019, às 09h17

Vereadores fizeram fila para criticar o deputado (Foto: Richelieu Pereira)
Vereadores fizeram fila para criticar o deputado (Foto: Richelieu Pereira) - Vereadores fizeram fila para criticar o deputado (Foto: Richelieu Pereira)

O vereador Wellignton (PSDB) usou a tribuna na última sessão da semana da Câmara Municipal de Campo Grande, nesta quinta-feira (02), para criticar uma postagem em rede social do deputado federal Loester Trutis (PSL), sobre a falta de investimentos no esporte. Os vereadores apresentaram uma Moção de Repúdio ao parlamentar e pedem uma retratação pública sobre o assunto.

‘Enfia moção no **’: Vereadores de Campo Grande se revoltam com post de deputado
Post no Twitter do deputado

O deputado federal diz ‘ficar puto’ “com vereador/deputado que da uma “moção de congratulações” para um aluno/atleta. Pq ao invés de um pedaço de papel, não pega um pedaço do próprio ótimo salário e da um patrocínio. Isso seria reconhecimento. Eu faço isso. Ahhh… Enfia a moção no **’ (sic), afirma na postagem.

“O próprio presidente Jair Bolsonaro acabou com o Ministério dos Esportes. Essa declaração é um absurdo, uma vergonha e um desrespeito, um deputado federal usar palavra de baixo calão como essa. Isso é discurso de ódio. E pelos antecedentes criminais, esse deputado não é modelo, não é exemplo”, apontou o vereador tucano.

Eduardo Cury (SD) também usou o microfone para criticar Trutis e disse que a postagem demonstra o despreparo do político. “Esse meliante, esse analfabeto, esse desqualificado tem uma visão míope. Aliás, na verdade, ele não tem visão nenhuma”, disse, acrescentando que a função de um parlamentar não é sair distribuindo dinheiro.

Ayrton Araújo (PT) disse que o deputado só prejudica o Estado, por se prestar a fazer declarações polêmicas, atraindo uma visão negativa. “Vai ser um deputado de um mandato só. A onda Bolsonaro já passou e ele aproveitou para ser eleito”, disse.

Valdir Gomes (PP) afirmou que não daria a mesma resposta ao parlamentar porque ele ‘poderia gostar do que sugeriu para que os vereadores fizessem’. “Os eleitores acabaram colocando na Câmara uma pessoa totalmente despreparada. É o Tiririca de Mato Grosso do Sul”, ironizou.

Presidente da Casa, João Rocha (PSDB) desceu da Mesa Diretora e usou seu tempo de fala enquanto parlamentar, em uma atitude pouco vista na Câmara. “O que passa pela cabeça de um parlamentar para postar isso, a partir do momento em que é eleito pelo povo, para representa-lo? Ele tem a obrigação de respeitar os votos que teve”, criticou.

Judoca há mais de 50 anos, o vereador disse que parlamentares devem ser referência no modo de agir. “Se você não cabe no tamanho do cargo e da responsabilidade que a sociedade lhe delegou, sai dele. Os eleitores desse deputado devem estar reavaliando esse voto”, finalizou.

Jornal Midiamax