Política

Bolsonaro confirma deputada Tereza Cristina ministra da Agricultura

A deputada federal Tereza Cristina (DEM) será a nova ministra da Agricultura no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). A informação foi confirmada na tarde desta quarta-feira (7) pela FPA (Frente Parlamentar da Agricultura), que fez a indicação de Tereza ao presidente, que aceitou o nome da parlamentar de Mato Grosso do Sul. Rumores […]

Aliny Mary Dias Publicado em 07/11/2018, às 17h22 - Atualizado em 07/07/2020, às 21h29

(Foto: Divulgação/FPA)
(Foto: Divulgação/FPA) - (Foto: Divulgação/FPA)
Bolsonaro confirma deputada Tereza Cristina ministra da Agricultura
Tereza Cristina recebeu o apoio de Jair Bolsonaro. (Foto: Divulgação/FPA)

A deputada federal Tereza Cristina (DEM) será a nova ministra da Agricultura no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). A informação foi confirmada na tarde desta quarta-feira (7) pela FPA (Frente Parlamentar da Agricultura), que fez a indicação de Tereza ao presidente, que aceitou o nome da parlamentar de Mato Grosso do Sul.

Rumores sobre a deputada que foi reeleita para o segundo mandato na Câmara Federal e é presidente da bancada ruralista começaram ainda na campanha presidencial. Tereza chegou a gravar um vídeo ao lado de Bolsonaro.

De acordo com a frente agropecuária, reunião que culminou na indicação de Tereza para o ministério aconteceu na tarde desta quarta-feira. No encontro com o presidente eleito, a bancada afirmou que o nome é consenso.

“Jair Bolsonaro aceitou a indicação e confirmou o nome da deputada Tereza Cristina para assumir a pasta”.

Biografia

Engenheira agrônoma por formação, já foi diretora de entidades representativas do agronegócio sul-matogrossense, como a Federação de Agricultura e Pecuária do Estado (Famasul) e a Associação dos Produtores de Sementes do Estado (Aprossul) e da Associação dos Criadores do Estado (Acrissul). No serviço público, foi secretária de Desenvovimento Agrário e da Agência de Defesa Sanitária de Mato Grosso do sul de 2007 a 2014.

Tereza foi eleita no primeiro mandato para a Câmara Federal com 75.149 votos, neste ano, quando conquistou sua reeleição, obteve 75.068 votos válidos.

Jornal Midiamax