Política

Preocupado com ‘inchaço’ no PSDB, Chaves revela que PRB analisa 3 propostas

O principal objetivo do PRB em Mato Grosso do Sul é reconduzir Pedro Chaves ao Senado por mais 8 anos, para isso o partido ainda analisa convites feitos pelo PSDB, MDB e PDT para uma coligação que proporcione ‘melhores condições’. Nesta quinta-feira (19), o parlamentar disse que a decisão sai até o próximo sábado (21). […]

Ludyney Moura Publicado em 19/07/2018, às 10h06 - Atualizado às 16h42

(Foto: Marcos Ermínio)
(Foto: Marcos Ermínio) - (Foto: Marcos Ermínio)
Preocupado com ‘inchaço’ no PSDB, Chaves revela que PRB analisa 3 propostas
Decisão sobre aliança sai até dia 21 de julho, diz Chaves (Foto: Marcos Ermínio)

O principal objetivo do PRB em Mato Grosso do Sul é reconduzir Pedro Chaves ao Senado por mais 8 anos, para isso o partido ainda analisa convites feitos pelo PSDB, MDB e PDT para uma coligação que proporcione ‘melhores condições’. Nesta quinta-feira (19), o parlamentar disse que a decisão sai até o próximo sábado (21).

“Recebi proposta do André Puccinelli (MDB), do (governador Reinaldo) Azambuja (PSDB) e do Odilon (de Oliveira, PDT). Devemos fechar até sábado”, revelou Chaves, durante agenda pública na UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul).

Com as três propostas em mãos, o senador afirmou que a executiva regional do partido ainda tenta uma eventual ‘verticalização’ com a definição do diretório nacional, porém teme não ter espaço que julga necessário em uma eventual aliança com o PSDB, que já tem ao menos dois nomes definidos como pré-candidatos ao Senado.

“Isso preocupa a gente porque nós temos que ter espaço para todos os proporcionais e também para os majoritários”, destacou o senador, que assumiu o cargo em 2016, após a cassação de Delcídio do Amaral.

Além de Chaves, o partido quer eleger o presidente regional do sigla, Wilton Acosta, pré-candidato a deputado federal. O senador afirmou que o PRB espera chegar no dia da convenção, 4 de agosto, já uma ‘definição prévia’.

Jornal Midiamax