Política

Câmara promete rapidez para analisar e votar revisão na taxa do lixo

Prefeito anunciou que não vai revogar taxa

Ludyney Moura Publicado em 15/01/2018, às 13h24

None

Prefeito anunciou que não vai revogar taxa

Um dia após o prefeito Marquinhos Trad (PSD) anunciar que não vai revogar a taxa do lixo, mas sim corrigir o que chamou de ‘imperfeições’, o presidente da Câmara de Campo Grande, vereador João Rocha (PSDB), garantiu rapidez na tramitação do novo projeto, que deve chegar na Casa até a próxima quinta-feira (18).

“Será aprovado o mais rápido possível, dentro da legalidade”, garantiu Rocha.Câmara promete rapidez para analisar e votar revisão na taxa do lixo

O vereador afirmou que o projeto aprovado pela Câmara, em dezembro de 2017, estava tecnicamente e juridicamente correto, e que o problema aconteceu quando a cobrança ‘saiu do papel’, o que é de responsabilidade do Executivo.

O prefeito deve retomar o comando da Capital na próxima quarta-feira (17), e uma reunião deve acontecer entre representantes do executivo e legislativo para apresentação do novo projeto.

Ontem, domingo (14), o prefeito afirmou ao Jornal Midiamax que a cobrança, corrigida, será mantida. “Ninguém se nega a recolher o que é devido desde que que num patamar adequado, tanto é que o contribuinte sempre recolheu a taxa do lixo desde a época em que o prefeito era o Ludio Coelho”, frisou Trad.

Já o presidente da Câmara explicou que a intenção do novo projeto é rever itens da proposta aprovada no fim do ano passado. “Veremos o que causou o impacto para corrigir”, destacou o tucano. 

Impasse

Longas filas e muitas reclamações sobre a cobrança da taxa do lixo levaram o prefeito Marquinhos Trad a anunciar, no dia 10 de janeiro, que iria enviar à Câmara um projeto de lei para ‘revogar a taxa de coleta do lixo’.

Todavia, o novo anúncio do Chefe do Executivo Municipal aponta para uma revisão na legislação com uma provável redução de valores na taxa, e não mais a revogação como anunciado anteriormente. 

Jornal Midiamax