Política

Audiência pública discute oferta de cursos à distância na área da saúde

Debate foi proposto pelo deputado estadual Paulo Siufi (MDB), presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa

Maisse Cunha Publicado em 07/06/2018, às 16h22

(Foto: Luciana Nassar/ALMS)
(Foto: Luciana Nassar/ALMS) - (Foto: Luciana Nassar/ALMS)

A Assembleia Legislativa debate, em audiência pública nesta sexta-feira (7), cursos na área da saúde ministrados na modalidade à distância. Polêmica, a discussão foi proposta pelo presidente da comissão de saúde da Casa, deputado estadual Paulo Siufi (MDB).

O ensino à distância, para Siufi, não prepara adequadamente o estudante, pois seria necessária vivência no processo de aprendizagem para que o profissional tenha condições de atuar em área que lida diretamente com a vida das pessoas.

“Os estudantes precisam vivenciar na prática o que aprendem com as teorias ministradas. Nos cursos à distância isso não é possível”, considerou o parlamentar ao propor a realização da audiência. “Defendo esse tipo de ensino para outros cursos, mas não para a área de saúde”, disse o parlamentar via assessoria.

Segundo o MEC (Ministério da Educação e Cultura), em 2016, cerca de 16,9 mil pessoas se formaram em cursos da Saúde, ministrados à distância, enquanto, em 2010, foram 9 mil, representando aumento de 87,38%.

A reunião, que deve tratar do acentuado número de oferta de cursos à distância na Saúde, acontece a partir das 14h30, no Plenário Deputado Júlio Maia, na Casa de Leis, no Parque dos Poderes.

Jornal Midiamax