Política

Reinaldo diz que PSDB deve fazer ‘mea-culpa e repensar o partido’ após as eleições

Logo após deixar a cabine de votação, na manhã deste domingo (28), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que disputa a reeleição nas eleições de 2018, afirmou que seu partido precisa ser ‘repensado’. “O Brasil vivenciou um clima de grandes mudanças no pensamento do eleitorado Nacional. Mudou muito com a ascensão do Bolsonaro (presidenciável do PSL, […]

Ludyney Moura Publicado em 28/10/2018, às 11h31 - Atualizado às 11h32

(Fotos: Marcos Ermínio)
(Fotos: Marcos Ermínio) - (Fotos: Marcos Ermínio)

Logo após deixar a cabine de votação, na manhã deste domingo (28), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que disputa a reeleição nas eleições de 2018, afirmou que seu partido precisa ser ‘repensado’.

“O Brasil vivenciou um clima de grandes mudanças no pensamento do eleitorado Nacional. Mudou muito com a ascensão do Bolsonaro (presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro), e isso acabou prejudicando o PSDB, precisamos fazer uma mea-culpa e repensar o partido”, disparou o tucano.

Segundo Reinaldo, o PSDB precisa analisar suas bandeiras históricas, além de ‘reconstruir’ os princípios que nortearam a política desenvolvida pelo partido no país.

“Tudo isso serve de reflexão aos partidos também para uma mudança profunda na legislação eleitoral”, destacou o governador.Reinaldo diz que PSDB deve fazer ‘mea-culpa e repensar o partido’ após as eleições

Na avaliação de Azambuja, o índice elevado de abstenções em todo país pode ser resultado do voto obrigatório.

“Não está na hora de pensar no voto facultativo no país? Tudo isso serve para a gente refletir e o PSDB vai, com certeza, refletir muito com o resultado das eleições”, finalizou o tucano.

Jornal Midiamax