Política

Após atentado contra Bolsonaro, Alckmin pode mudar estratégia de marketing da campanha

Depois do ataque sofrido por Jair Bolsonaro (PSL) nesta quinta-feira (06), o também candidato à Presidência Geraldo Alckmin (PSDB) decidiu se reunir nesta sexta-feira (07) com a equipe de marketing da campanha para discutir o rumo das propagandas e definir nova estratégia. Uma das principais marcas de Alckmin nessas eleições tem sido os ataques a […]

Egina Becker Publicado em 07/09/2018, às 14h47

None

Após atentado contra Bolsonaro, Alckmin pode mudar estratégia de marketing da campanhaDepois do ataque sofrido por Jair Bolsonaro (PSL) nesta quinta-feira (06), o também candidato à Presidência Geraldo Alckmin (PSDB) decidiu se reunir nesta sexta-feira (07) com a equipe de marketing da campanha para discutir o rumo das propagandas e definir nova estratégia.

Uma das principais marcas de Alckmin nessas eleições tem sido os ataques a Bolsonaro, tentando retomar os votos que o PSDB vem perdendo para o PSL, partido de Bolsonaro, bem como aumentar sua rejeição. Entretanto, após o ocorrido desta quinta, Alckmin suspendeu a inserção de 30 segundos onde aparecia o candidato Bolsonaro xingando a deputada Maria do Rosário.

Sobre as críticas verbais, Alckmin optou por também suspende-las. O PSDB decidiu parar por alguns dias com as críticas a Bolsonaro até receberem confirmações sobre sua recuperação. Enquanto isso, os ataques serão focados em Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB).

Jornal Midiamax