Política

Servidores protestam em frente à Prefeitura por reajuste de 30% no salário

Cerca de 50 servidores municipais estão em frente à Prefeitura de Campo Grande protestando por reajuste salarial. Enquanto fazem um ‘apitaço’, representantes das categorias e o presidente do Sisem (Sindicatos dos Servidores Municipais), Marcos Tabosa, se reúnem com o secretário de finanças, Pedro Pedrossian Neto. Os manifestantes alegam que estão há cinco anos sem reajuste […]

Ludyney Moura Publicado em 07/06/2018, às 11h43 - Atualizado às 17h01

Fotos: Marcos Ermínio
Fotos: Marcos Ermínio - Fotos: Marcos Ermínio

Cerca de 50 servidores municipais estão em frente à Prefeitura de Campo Grande protestando por reajuste salarial. Enquanto fazem um ‘apitaço’, representantes das categorias e o presidente do Sisem (Sindicatos dos Servidores Municipais), Marcos Tabosa, se reúnem com o secretário de finanças, Pedro Pedrossian Neto.

Os manifestantes alegam que estão há cinco anos sem reajuste salarial. São pelo menos 33 categorias de profissionais, cerca de 1 mil servidores, com ensino superior, que pedem 30% de aumento na remuneração base.

Uma psicóloga, que não quis se identificar com medo de represálias, afirmou que o salário base dos profissionais da chamada referência 14-B é de R$ 2.067,00, mais um abono de R$ 800,00, que eles pedem que seja incorporado ao salário.

Um representante do Sisem que aguarda o fim da reunião junto com o grupo, e que também não quis se identificar, reconheceu que o protesto reuniu ‘pouca gente’. “Mas, com o apito incomoda”, disse o servidor.

O encontro de Pedrossian Neto, Tabosa e representantes das categorias teria começado às 9h e não tem previsão de terminar.

Servidores protestam em frente à Prefeitura por reajuste de 30% no salárioServidores protestam em frente à Prefeitura por reajuste de 30% no salário

Jornal Midiamax