Política

Próximo governador deve assumir com receita anual de R$ 15 bilhões, diz LOA

Previsão é de que arrecadação ultrapasse R$ 15 bilhões em 2019

Midiamax Publicado em 05/12/2017, às 19h24

None

Previsão é de que arrecadação ultrapasse R$ 15 bilhões em 2019

A previsão do governador Reinaldo Azambuja é de crescimento na arrecadação do Estado de Mato Grosso do Sul ano a ano, chegando a R$ 15 bilhões em 2019.

Enquanto a estimativa era de crescimento de apenas 0,47% para 2017, a estimativa é de que de 2019 para 2020 a receita dê um salto de quase 10%. Os dados estão na LOA (Lei Orçamentária Anual) 2018, aprovada nesta terça-feira (5) pela CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) da Assembleia Legislativa.

Para 2018, a receita prevista é de R$ 14.497.314.000,00 – montante 3,61% superior em relação ao estimado para o atual exercício financeiro. Um ano depois, o aumento, nas contas do governo, será de 4,10% em relação a 2018, resultando em uma receita superior a R$ 15 bilhões para o governador que tomará posse em 1ֻº de janeiro de 2019.

Já para 2020, o aumento de receita na comparação com o ano imediatamente anterior será de 9,54%. A receita será de R$ 16.531.614.000, segundo a estimativa.

Dividindo o bolo

Ainda conforme o documento, o governo do Estado prevê repassar, no próximo ano, R$ 290 milhões para a Assembleia Legislativa, R$ 274,995 milhões ao TCE-MS (Tribunal de Contas), R$ 804 mil ao TJ-MS (Tribunal de Justiça) e R$ 400 milhões ao Ministério Público.

Próximo governador deve assumir com receita anual de R$ 15 bilhões, diz LOA

Crédito suplementar

A LOA 2018 também autoriza o governador Reinaldo Azambuja a abrir crédito suplementar de até 25%, sem necessidade de autorização da Assembleia Legislativa. 

Jornal Midiamax