Política

Produtor interrompe ministro durante almoço e reclama que está quebrado

"Estamos fazendo o que podemos", disse Blairo

Clayton Neves Publicado em 30/03/2017, às 16h49

None
10bea7ba-7183-4205-bc9e-fc97c9a3baeb.jpg

"Estamos fazendo o que podemos", disse Blairo

O ministro da Agricultura e Pecuária, Blairo Maggi, interrompeu almoço com autoridades em uma churrascaria no bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande, para conversar com um produtor rural que reclamou das condições do mercado da pecuária em Mato Grosso do Sul

O produtor, que não se identificou, chamou a atenção de Maggi ao dizer que estava “quebrado” por causa do mau momento enfrentado pelo setor, que enfrenta os reflexos da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal. A ação, que investiga 21 frigoríficos, colocou em xeque a qualidade da carne produzida pelo País, provocando uma série de restrições no mercado internacional.

Após o desabafo revelado ao ministro, Blairo Maggi foi dar explicações. “Estamos fazendo tudo o que podemos para melhorar este cenário”, explicou o ministro.

Questionado se cobranças como as do sul-mato-grossense  partiam de todas as regiões do País, Blairo afirmou que ainda não tem uma dimensão completa da situação de todos os estados, já que a vinda a Campo Grande  é o primeira visita oficial desde que a Polícia Federal deflagrou a Operação Carne Fraca.

Agenda

Em meio a uma das maiores crises que a indústria da carne já passou no País, Blairo Maggi está em Campo Grande para dois compromissos. À tarde, ele participa da inauguração do Laboratório Multiusuário de Biossegurança para a Pecuária (Biopec) da Embrapa Gado de Corte.

Segundo as informações divulgadas, o laboratório permitirá pesquisas avançadas com agentes de alto risco como o vírus da febre aftosa, influenza aviária e suína, vírus da raiva, herpesvírus bovino e bactérias responsáveis por doenças como a brucelose ou botulismo, entre outros.

À noite, às 19h, o ministro prestigia a abertura da 79ª Expogrande, que começa hoje e termina em 11 dias, Maior feira agropecuária do Estado, o evento teŕá leilões, palestras, provas equestres, shows, exposições de animais (bovinos, equinos, pequenos e médios animais), exposição comercial e industrial de produtos e serviços ligadas ao setor com colheitadeiras, tratores, implementos, balanças, veículos, nutrição animal, sanidade, serviços, restaurantes, artesanatos e turismo.

Jornal Midiamax