Política

Mesmo sem nomes de depoentes, CPI da Propina quer fechar relatório em outubro

Deputados querem troca de informações com Marun

Ludyney Moura Publicado em 21/09/2017, às 16h06

None

Deputados querem troca de informações com Marun

Os deputados que integram a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Propina, da Assembleia Legislativa, ainda não definiram os novos nomes dos convocados a depor, mas querem concluir até o fim de outubro o trabalho de apuração.

O relator dos trabalhos, deputado Flavio Kayatt (PSDB), afirmou também que ainda espera a movimentação da CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) da JBS, do Congresso Nacional, sob relatoria do deputado Carlos Marun.

Com exceção do deputado Pedro Kemp (PT), a maioria do CPI acredita que convocando três novos depoentes o relatório já possa ser finalizado. O petista defende cinco convocações, além do secretário de fazenda Marcio Monteiro (PSDB), ouvido na quarta-feira (20).

O deputado Eduardo Rocha (PMDB) cobrou celeridade no processo de conclusão, e cuidado nas definições, já que a JBS não exclusiva dos irmãos Joesley e Wesley Batista, e é também a principal representante do ramo frigorífico em Mato Grosso do Sul. 

Jornal Midiamax