Política

Mãe e filha morreram em avião que caiu com ministro Teori, do STF

Mãe e filha eram do interior do Mato Grosso

Jessica Benitez Publicado em 20/01/2017, às 12h43

None
vitimasacidenteteori.jpg

Mãe e filha eram do interior do Mato Grosso

Foram identificadas as duas passageiras que estavam junto ao ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki no avião que caiu no início da tarde dessa quinta-feira (19) em Paraty (RJ). Maria Hilda Panas e Maíra Panas Helatczuk, respectivamente mãe e filha, 55 e 23 anos, eram de Juína no interior do Mato Grosso.

Elas foram convidadas ao passeio pelo dono da aeronave, empresário Carlos Alberto Filgueiras, que também morreu no acidente. De acordo com informações do site cuiabano Gazeta Digital, a jovem era massoterapeuta e trabalhava no hotel de Carlos Alberto em São Paulo.

Conforme informações de pessoas que testemunharam o acidente, uma delas estava viva mesmo após a queda e chegou a pedir socorro. No entanto, quando populares conseguiram ajudar, a mulher já não respondia.

Uma amiga de Maíra disse ao portal de Cuiabá (MT), que a mãe da massoterapeuta foi para São Paulo comemorar o aniversário da filha, no dia 15 de janeiro, e aceitou convite feito pelo empresário para ir a Paraty.

"A Maria Hilda tinha ido passar o aniversário com a filha, Maíra. O aniversário dela foi dia 15 e o dono do hotel deu esse passeio a Paraty a Maria Hilda, porque ele gostava muito da Maíra, eles tinham uma relação muito boa, uma relação paternal", informou a amiga.

"Na madrugada, uma amiga da Maíra ligou dizendo que havia conseguido falar com um piloto que estava por dentro do caso e passou essa informação sigilosa de que de fatos as duas embarcaram no avião", completou. O hotel em que a moça trabalhava emitiu nota de pesar.

"Informamos que as duas passageiras do avião que seguia para Paraty (19/01) eram Maira Ilda, 23, e a mãe Maria Ilda, 55. Maira era massoterapeuta e prestava serviço a Carlos Alberto Fernandes Filgueiras, que passava por tratamento no ciático. Maria Ilda, professora da rede infantil de ensino, veio de Juína, no Mato Grosso, visitar a filha, que morava em São Paulo. Carlos Alberto as convidou para um fim de semana em Paraty. O Grupo Emiliano registra seus sentimentos e condolências para a família e amigos. E informa que está prestando apoio e informações aos familiares".

Jornal Midiamax