Política

Má qualidade do asfalto de Dourados leva Délia a Brasília em busca de recursos

Prefeita quer a ajuda da Bancada Federal para resolver o problema do asfalto ruim.

Midiamax Publicado em 25/06/2017, às 18h07

None

Prefeita quer a ajuda da Bancada Federal para resolver o problema do asfalto ruim.

A prefeita de Dourados, Délia Razuk, cumpre agenda nesta terça-feira (27), em Brasília, no Ministério das Cidades, onde vai apresentar ao ministro Bruno Araújo a situação caótica encontrada da malha asfáltica do Município, agravada pelas últimas chuvas, o tempo já esgotado de vida útil e a péssima qualidade dos serviços de manutenção executados em anos anteriores. Ela também pretende se reunir com a bancada federal para mostrar o quadro atual.

Durante o encontro, agendado pelo deputado Luiz Henrique Mandetta (DEM), a prefeita vai mostrar, também, ao ministro, as alternativas que vem sendo discutidas, no âmbito do Município, para enfrentar esse problema. Até agora, seis meses depois de iniciar o mandato, Délia vem cuidando, com recursos próprios, de recuperar as áreas mais emblemáticas.

“Já executamos 25 mil metros quadrados de tapa-buraco, mas esse é um trabalho que não aparece, as ruas de Dourados precisam de recapeamento, porque, até onde foi feito asfalto novo há bem pouco tempo, já é possível ver as crateras surgindo”, admite o secretário municipal de Obras Públicas, Tahan Sales Mustafa.

A Prefeitura aguarda resultado de entendimentos mantidos com o Governo do Estado, no mês passado, em torno de um convênio para aplicação de, pelo menos, R$ 5 milhões no recapeamento das principais vias urbanas. Enquanto isso, cogita reativar a usina de asfalto com massa fria para atender às regiões onde o fluxo de veículos seja menor, e possa suportar maior tempo de duração. A prefeita aguarda, ainda, resposta à solicitação de parceria proposta com o Exército para acelerar os trabalhos.

Atualmente, três equipes realizam a operação tapa-buracos em Dourados. Para esta semana, por solicitação da prefeita, a empresa responsável pelo contrato deverá ampliar o atendimento. “É preocupante, de fato, a situação das nossas ruas. Até aqui, fizemos o que foi possível, estamos caminhando com as próprias pernas, mas a realidade nacional impõe um esforço concentrado, e para isso contamos com a atenção do Governo do Estado, da União e queremos o empenho dos nossos deputados e senadores para melhorar e ampliar a cobertura com asfalto”, disse Délia Razuk.

Jornal Midiamax