Política

Floresta Nacional pode diminuir 37% com projeto de lei de Rodrigo Maia

Área equivale a 680 mil campos de futebol

Joaquim Padilha Publicado em 22/06/2017, às 11h24

None

Área equivale a 680 mil campos de futebol

Enquanto o presidente Michel Temer (PMDB) cumpre ainda nesta quinta-feira (22) sua agenda em viagem pela Rússia, o presidente em exercício, Rodrigo Maia (DEM), deve apresentar um projeto de lei que diminui 37% da Floresta Nacional do Jamanxim, no sudoeste do Pará.

A proposta do texto é a mesma que a da MP 756 (Medida Provisória), que foi vetada por Temer na última segunda-feira (19). O presidente havia anunciado o veto integral à MP no Twitter, em resposta à ONG Ambientalista WWF e à modelo Gisele Bündchen.

Porém entre o sábado e o domingo, o ministro do Meio Ambiente, Zequinha Sarney (PV), já havia se comprometido com a bancada paraense em trocar o texto da MP por um projeto de lei de igual teor, a ser tocado em regime de urgência.

Maia deve apresentar o projeto nesta sexta-feira (23), segundo a Folha de S. Paulo. Com isso, o suplente livra o presidente Michel Temer de ter que entregar presencialmente o projeto, polêmico e alvo de críticas de ambientalistas.Floresta Nacional pode diminuir 37% com projeto de lei de Rodrigo Maia

Na prática, o projeto transforma uma área equivalentes a mais de 680 mil campos de futebol da Floresta Nacional de Jamanxim em APA (Área de Proteção Ambiental), o que permite a possibilidade de atividades rurais e propriedades privadas na região.

Com isso, desmatamentos ilegais embargados e multados pelo Ibama podem ser regularizados e tornados legais. Enquanto isso, o presidente Michel Temer deve viajar nesta quinta para Oslo, e só retorna ao Brasil no sábado (24).

(com supervisão de Evelin Cáceres)

Jornal Midiamax