Política

Azambuja se reúne com representantes do setor produtivo e volta a criticar Carne Fraca

Patrulhas mecanizadas foram entregues 

Clayton Neves Publicado em 04/04/2017, às 21h05

None
0db390d4-49d5-406e-ba4e-7097af946159.jpg

Patrulhas mecanizadas foram entregues 

Em reunião no gabinete itinerante do Governo do Estado, montado no Prque de Exposições Laucídio Coelho, em Campo Grande, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) voltou a defender a qualidade da carne produzida no Brasil e criticou a Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal, que resultou uma crise vivida no setor, depois de colocar em xeque um dos principais produtos brasileiros.

“A carne do Brasil não é fraca, é uma carne saudável, que tem responsabilidade sanitária, mas que foi jogada como carne sem qualidade. Agora, cabe a todos nós, driblar isso para ter de volta a credibilidade da dona de casa brasileira, do consumidor brasileiro e também dos mercados internacionais. É uma luta de todos”, disse.

Com a pecuária em baixa por conta dos reflexos da Operação da PF, desde a manhã desta terça-feira (4), Azambuja aproveitou para se reunir com representantes de diversos segmentos do setor do setor produtivo do Estado para discutir problemas e apontar soluções.

“Discutimos questões do setor rural, produtivo, entregamos patrulhas mecanizadas para potencializar a agricultura familiar, tivemos reunião com todo segmento do setor produtivo do pantanal, falamos sobre a importância da extensão rural, ou seja, discussões que atingem o produtor. Ter a presença de entidades, cooperativas e associações pra nós é muito importante porque discutimos a vida no Estado e os avanços do segmento produtivo”, explicou.

Jornal Midiamax