Política

Advogado de Baird e Cance vai defender JBS na CPI da Propina, diz Corrêa

Defesa da empresa deve ser entregue até dia 7 de agosto

Ludyney Moura Publicado em 03/08/2017, às 15h23

None

Defesa da empresa deve ser entregue até dia 7 de agosto

O advogado José Wanderley Bezerra, que defende o empresário João Baird e o ex-secretário estadual adjunto da Fazenda, André Cance, também representará a JBS no âmbito da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Propina.

Bezerra já foi procurador-geral do Estado, e segundo presidente da CPI, deputado Paulo Corrêa (PR), será o responsável por encaminhar à comissão os documentos com informações fiscais da JBS, referentes os benefícios recebidos do governo estadual.Advogado de Baird e Cance vai defender JBS na CPI da Propina, diz Corrêa

Na delação que firmou com a PGR (Procuradoria-Geral da República), já homologada pelo STF (Supremo Tribunal Federal), um dos donos da JBS, Wesley Batista, chega a citar o empresário João Baird, mas para o advogado José Wanderley isso não cria um ‘conflito de interesse’.

“A defesa na CPI diz respeito tão somente à questão dos TAREs (Termos de Acordo de Regime Especial)”, alegou o advogado, que pontuou ainda que se no curso da atuação profissional surgir um eventual conflito entre Baird e JBS ele poderá abdicar de uma das partes.

Corrêa destacou que a CPI quer a restituição dos valores que a JBS deixou de recolher em impostos, em eventual descumprimento das contrapartidas. O prazo para que a empresa entregue tais documento vence na próxima segunda-feira, 7 de agosto.

Jornal Midiamax