Política

Para receber filiação de Marquinhos Trad, ‘festa’ do PSD tem faixas e torcida

Segundo presidente do partido, expectativa é grande

Daiane Libero Publicado em 12/03/2016, às 13h07

None
1ddc395c-1b58-435a-bec4-4a02800db84c.jpg

Segundo presidente do partido, expectativa é grande

Com faixas de "Vem Marquinhos", e "PSD precisa de você", o Partido Social Democrata aguarda com expectativa a filiação do deputado estadual Marquinhos Trad, durante o Primeiro Encontro Estadual em Mato Grosso do Sul, que acontece neste momento na Câmara Municipal de Campo Grande. Segundo Antônio Lacerda, presidente do diretório estadual, há um "suspense" no ar, e o partido aguarda Trad para realizar oficialmente seu ato de filiação. 

"Marquinhos é nossa grande expectativa. Com certeza é um candidato que iria agregar muito a cidade e a legenda, mas infelizmente nem tudo pode ser como planejamos, mas acreditamos muito que ele virá", anunciou Lacerda. O mistério todo não é por acaso, porém é certo que Trad irá aparecer no local. Trad deixou o PMDB após 13 anos de filiação e lança sua pré-candidatura à prefeitura de Campo Grande. 

Ainda segundo Lacerda, o partido tem planos de crescer e se posicionar com mais alcance em 2016. "O PSD é um partido que existe desde 2012, e desde então já é o quarto maior partido do Brasil", indica Lacerda. Ele conta que conversou recentemente com Gilberto Kassab, presidente licenciado, que falou que o grande projeto do partido é chegar a ser também muito grande no Mato Grosso do Sul. "Hoje esse primeiro encontro estadual é uma grande arrancada nesse sentido", informou. 

O evento na Câmara está recebendo diversas caravanas do interior do Estado, com pessoas interessadas em conhecer ou se filiar ao partido. "Temos apenas uma prefeitura do PSD atualmente, em Naviraí, mas já estamos com várias candidaturas com forte possibilidade de vitória", enfatiza Lacerda. 

Marquinhos Trad, irmão do ex-prefeito Nelson Trad Filho, foi eleito pelo PMDB e está trocando de partido para viabilizar a candidatura a prefeito de Campo Grande.

Jornal Midiamax