Política

Deputado tucano diz que ‘PEC do teto dos gastos’ garante equilíbrio às contas do país

Votação ocorre nesta terça-feira (25)

Jessica Benitez Publicado em 25/10/2016, às 21h13

None
geraldores.jpg

Votação ocorre nesta terça-feira (25)

Emendas à PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 241, conhecida como PEC do Teto dos Gastos, estão em votação na tarde desta terça-feira (25) na Câmara Federal e divide opiniões. Para o deputado sul-mato-grossense Geraldo Resende (PSDB) a medida serve para equilibrar as contas da União e garantir que não haja reflexos à população.

O Brasil precisa de um freio para arrumar a situação financeira deixada pelo PT e seus aliados. Essa PEC vai sinalizar para o mundo inteiro que está é um país sério. Vai ter que ponderar agora para que as futuras gerações não nos cobrem, para poder pagar os salários, as aposentadorias”, disse o tucano.

A proposta é uma das prioridades do governo do presidente da República Michel Temer (PMDB) e já foi aprovada em primeiro turno na Câmara Federal. Caso passe na segunda votação segue para o Senado. A medida prevê limite para os gastos públicos nos próximos 20 anos. 

Jornal Midiamax