Política

Deputado de MS comenta prisão de marqueteiro e chama para protesto

"É a gota d’água", disse aliado de Puccinelli

Diego Alves Publicado em 22/02/2016, às 23h50

None
marun_1.jpg

"É a gota d’água", disse aliado de Puccinelli

O deputado federal Carlos Marun (PMDB) convocou usuários da rede social Facebook para o protesto contra o Governo Federal no próximo dia 13 de março. “Amigos, a prisão do marqueteiro de campanha é a gota d’água. Não há mais como adiar. Este governo não tem mais condições de conduzir o país. Todos às ruas no dia 13/3”.

O marqueteiro João Santana, das campanhas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidente Dilma Rousseff, teve a prisão temporária decretada nesta segunda-feira (22). A Justiça também decretou a prisão temporária de sua mulher e sócia, Mônica Moura. A prisão é por causa de pagamentos feitos pela construtora Norberto Odebrecht para Santana no exterior que somam cerca de US$ 3 milhões.

No começo deste mês, Marun foi destaque nos noticiários nacionais ao blindar o presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) no processo de cassação a que responde no Conselho de Ética.

Após o afastamento de Fausto Pinato (PRB-SP), que pediu investigação contra Cunha, o vice-presidente Waldir Maranhão (PP-MA) também aliado de Cunha, acatou recurso que levou a ação praticamente à estaca zero, anulando a sessão que deu início às apurações sobre o envolvimento do peemedebista no escândalo de corrupção da Petrobras e se ele mentiu ao dizer que não mantinha contas fora do país.

Jornal Midiamax