Política

DATAmax: Sem Puccinelli na disputa, Marquinhos abre vantagem sobre Bernal

Percentual de nulos e brancos continua alto

Jessica Benitez Publicado em 06/07/2016, às 10h30

None
marquinhos_-_bernal.jpg

Percentual de nulos e brancos continua alto

Com o ex-governador do Estado, André Puccinelli (PMDB), fora da disputa pela Prefeitura de Campo Grande, o deputado estadual Marquinhos Trad (PSD) abre quase dez pontos percentuais de vantagem sobre o segundo colocado, Alcides Bernal (PP), na primeira rodada de pesquisas DATAmax sobre intenção de voto para as eleições 2016.

Marquinhos sobe de 18,53%, que atingiu no cenário com Puccinelli entre os candidatos, para 29,73%. Bernal também melhora o desempenho, mas em ritmo bem menor. Ele passa de 17,66% para 20,90%. O deputado estadual Márcio Fernandes, representante do PMDB neste cenário, não pontuou.

DATAmax: Sem Puccinelli na disputa, Marquinhos abre vantagem sobre BernalEm terceiro lugar sem André na disputa, a vice-governadora do Estado, Rose Modesto (PSDB), fica com 11,82% das intenções de voto entre os entrevistados.

O índice de eleitores que não votariam em nenhum deles ou optam por branco ou nulo se mantém em 18,78%, contra 18,41% no cenário com Puccinelli.

Já os entrevistados que não sabem ou não responderam representavam 10,70% e agora são 9,08% dos 804 entrevistados. O deputado estadual Coronel David (PSC) vem em seguida com 2,36% da intenção de votos. Pedro Pedrossian Filho (PMB) 1,78%, o vereador Marcos Alex (PT) 1,49%, o deputado federal Dagoberto (PDT) 1,37%, o ex-vereador Athayde Nery 0,80% igualmente Marcelo Bluma (PV). Renato Gomes (PRP) aparece com 0,62% e Haroldo Figueiró (PTN) 0,25%.

Ao todo foram entrevistadas 804 pessoas em Campo Grande com margem de erro aos percentuais de 3.5 pontos para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. As sete regiões da cidade foram ouvidas: Anhanduizinho, Bandeira, Centro, Imbirussu, Lagoa, Prosa e Segredo. A amostragem foi feita entre os dias 25 e 30 de junho com registro no TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) no dia 27 do mesmo mês. O número de protocolo é MS-03822/2016.

Eleição – Até o momento o ex-governador não confirmou se vai entrar ou não na briga pelo comando da cidade. Marquinhos, Rose, Alex, Athayde e Coronel David, já lançaram pré-candidatura. Vale ressaltar que os nomes serão homologados somente em convenção partidária prevista em calendário eleitoral. Até lá podem ocorrer mudanças.

Pesquisa realizada pelo Instituto DATAmax e registrada no TRE-MS

Jornal Midiamax