Política

Câmara volta atrás e aumenta salário de vereadores em 10,2%

Remuneração de prefeitos e secretários ficou congelada

Ludyney Moura Publicado em 29/06/2016, às 12h32

None
camara_bonito.jpg

Remuneração de prefeitos e secretários ficou congelada

A Câmara Municipal de Bonito, principal destino ecoturístico do Estado, votou por aumentar os salários dos próximos vereadores da Casa em 10,2% e congelar a remuneração do prefeito, vice-prefeito e secretários municipais. O presidente do legislativo, João Ligeiro (PDT), havia dito que o projeto em questão não iria resultar em reajuste para os cargos eletivos.

A sessão que culminou com o aumento dos salários dos vereadores para a legislatura 2017 a 2020, aconteceu na noite de ontem, terça-feira (28) e a votação, segundo o Portal Notícias de Bonito, foi acirrada.

Com a medida aprovada, os próximos vereadores terão um salário de cerca de R$ 5,8 mil, enquanto o prefeito, vice-prefeito e secretários permanecerão com os valores de R$ 15,4 mil, R$ 7,7 mil e R$ 7 mil, respectivamente.

Segundo o Notícias de Bonito, a votação para aumento de salário terminou empatada, e foi preciso voto do presidente para definir o reajuste. Na última quinta-feira (23), Ligeiro havia revelado ao Jornal Midiamax que já havia um acordo entre os parlamentares bonitenses para fixação de salários, levando em conta a situação do município e a crise que assola o país.

Um dos vereadores da Casa, João Antônio (PSB) chegou a propor redução dos salários para R$ 3,8 mil, com restante do dinheiro destinado à assessoria, o que não foi aceito pelos colegas.  Outros dois parlamentares, Edvaldo Rebeque (PTC) e José Leonardo Casanova (PSDB), apresentaram emendas pedindo congelamento da remuneração.

Apesar das tentativas, o projeto votado foi o de reajuste de 10,2% sob alegação de reposição das perdas salariais dos últimos quatro anos. o Notícias de Bonito presenciou um novo empate, e o voto de João Ligeiro foi determinante para aprovação do aumento do salário.

O presidente da Câmara de Bonito, vereador João Ligeiro, foi procurado pela reportagem para comentar a mudança no acordo para fixação de salários, mas alegou estar em um evento público e não pôde responder aos questionamentos.João Ligeiro havia dito que Câmara não aumentaria salários

Repercussão

Nas redes sociais o aumento não foi bem recebido pela população da cidade. Uma moradora chegou a pedir que os vereadores igualassem sua remuneração aos professores da rede bonitense de ensino. “Aí queria ver quantos desses que estão nesse cargo iriam querer se reeleger”, disse a mulher.

“ Tem que dá uma enxada pra eles trabalha na frente emergencial aí pode aumentar i salários destes sem vergonha!” (sic), disse outro. “A cidade ta horrível e eles querem aumento de salário”, disparou um jovem do município.

Jornal Midiamax