Política

Após apoio do PPS, Temer cogita Roberto Freire para Ministério da Cultura

Partido aceita fazer parte de eventual governo do vice

Norberto Liberator Publicado em 03/05/2016, às 14h38

None
temer34142.jpg

Partido aceita fazer parte de eventual governo do vice

Após encontro com o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, e com o senador Cristovam Buarque (PPS-DF), o vice-presidente Michel Temer (PMDB) tem cogitado destinar ministérios ao partido. No caso, Freire poderia assumir a pasta da Cultura.

Cristovam já havia declarado voto favorável ao impeachment no Senado, e declarou que apoia um eventual governo de Temer, mas que não deseja fazer parte dele. Já Roberto Freire, que não falou sobre cargos específicos, disse que o vice-presidente tem interesse que o PPS faça parte de seu possível governo.

“Vamos apoiar um eventual governo dele. Temos uma preocupação grande por conta de que será um governo que surge de um processo de impeachment, tem que ter uma base de sustentação com as mesmas forças políticas que votaram a favor do impeachment”, declarou o dirigente do partido.

Freire ainda afirmou que ele e Cristovam conversaram com Temer sobre a implantação do parlamentarismo no Brasil, apoiada pela cúpula do PPS. Segundo ele, o vice-presidente “admitiu que algo pode ser pensado”, a longo prazo, a respeito do tema. “Pedimos também total apoio às investigações da Polícia Federal”, finalizou.

Jornal Midiamax