Política

Advogado do PCdoB será o candidato a vice-prefeito na chapa do PT

Aliança foi decidida em reunião na noite dessa terça-feira

Midiamax Publicado em 03/08/2016, às 12h22

None
Foto: Reprodução Facebook

Aliança foi decidida em reunião na noite dessa terça-feira

O PT fechou aliança com o PCdoB na noite dessa terça-feira (2) e o advogado Mario Fonseca será o pré-candidato a vice-prefeito juntamente com o vereador Alex do PT. Ambos irão realizar suas convenções no próximo dia 05, último dia do prazo para oficializar os nomes.

Segundo a presidente municipal petista, Maria Rosana Gama, os dois partidos vinham conversando há tempos sobre a coligação. "Noite dessa terça-feira (2) batemos o martelo e definimos como vice em nossa chapa o Mario Fonseca. Temos muitos objetivos em comum, inclusive temos uma aliança formada nacionalmente”.

O comunista escolhido para compor a chapa petista, Mario Fonseca, revelou ao Jornal Midiamax que o partido espera surpreender no pleito de 2016. 

“Nós já vinhamos debatendo esta possibilidade há tempos e chegamos em consenso. Estou bem animado, empolgado e com boas expectativas para esta eleição. Precisamos deixar claro que a esquerda tem uma alternativa para a população, principalmente com o intuito de olhar para os menos favorecidos e trabalhador como um todo”, disse Fonseca.

Ainda de acordo com o pré-candidato a vice-prefeito, ele pretendem lançar 16 candidatos a vereadores e juntos com o PT estão com a expectativa de eleger ao menos 4. “Iremos caminhar juntos na majoritária e também na proporcional”.

Ao ser questionado sobre a crise do PT trazer algum prejuízo a ele e ao seu partido, ele afirma que não vê desta forma. “O problema de corrupção existe em todos os partidos e o PT tem toda uma história de luta que nos parecemos bastante. Não podemos generalizar, mas também não vejo isso como prejudicial a nós. Iremos defender nossos ideais por uma Campo Grande melhor e recuperada”, disse Fonseca.

Mario Fonseca é advogado e já foi candidato a deputado federal em 2014 pelo PCdoB, partido pelo qual ele diz militar há 20 anos. Ele também ocupa a função de presidente regional do partido em Mato Grosso do Sul.

Jornal Midiamax