Política

Senador conhecido como ‘Rei da Soja’ troca PR por PMDB em Mato Grosso

Blairo Maggi ainda não sabe quando oficializará a troca

Jessica Benitez Publicado em 18/06/2015, às 20h50

None
blairo-30-10-2013.jpg

Blairo Maggi ainda não sabe quando oficializará a troca

Se em Mato Grosso do Sul peemedebista querem deixar o barco e partir para outras cúpulas, no Mato Grosso o PMDB conquistou nome de peso para lista de parlamentares. O ex-governador e senador por Mato Grosso, Blairo Maggi, vai deixar o PR para migrar ao PMDB. No entanto, ainda não há data definida para a troca. Embora o namoro seja antigo com a legenda, ele garante que o ex-deputado federal, Valdemar Costa Neto (PR), condenado por participação no mensalão, foi determinante para a decisão.

O ex-governador alega que não consegue permanecer em “partido que tem dono” e, embora haja independência no Senado, muitos republicanos seguem a cartilha do mensaleiro, bem como do ex-ministro dos Transportes e deputado federal, Alfredo Nascimento (PR). “Quero fazer a minha opção política. Fazer política em um partido mais orgânico, que seja maior, que tenha inserção na disputa eleitoral”, disse o senador ao site Congresso em Foco.

Com a saída dele, o PR terá apenas três nomes no Senado: Wellington Fagundes (MT), Vicentinho Alves (TO) e Magno Malta (ES). Conhecido como ‘rei da soja’, Blairo foi por duas vezes chefe do Executivo mato-grossense e está no ranking de parlamentares mais ricos do Brasil. O título de fazendeiro fez com que a militância pelo agronegócio fez com ele ganhasse destaque na bancada ruralista.

Jornal Midiamax