Política

Sem partido após expulsão do PSDB, Chadid está mais perto do PDT

Vereador é assediado por colega

Midiamax Publicado em 05/07/2015, às 14h21

None
bd273624d7e7b67a51e2a174cfabae80.jpg

Vereador é assediado por colega

O vereador José Chadid (sem partido) ainda não anunciou oficialmente por qual partido deve disputar a reeleição, mas a afinidade com o PDT indica que o partido deve abrigá-lo na próxima eleição.

Chadid participou da convenção do PDT que aconteceu na semana passada e é convidado com frequência pelo colega de Câmara, Paulo Pedra, que tenta convencê-lo de que lá terá mais chances de vencer a eleição.

“Está alinhavado já. Estamos mostrando para ele que no PDT vai ter uma eleição mais tranquila. Vamos fazer três vereadores e com apenas três mil votos ele vai se eleger”, justificou Paulo Pedra.

A ida para o PDT não traria grandes problemas para Chadid, visto que o partido, assim como ele, integra a oposição ao atual prefeito, Gilmar Olarte (PP). Chadid tem até outubro para se filiar a algum partido, caso queira disputar a reeleição.

Chadid foi expulso do PSDB na gestão e Alcides Bernal (PP), onde era secretário de Educação. Ele recebeu ordem de deixar a gestão, que não era apoiada pelos tucanos, mas se recusou e foi expulso.

Jornal Midiamax