Política

População de Naviraí pressiona votação que pode cassar vereadores envolvidos em denúncias

A população ficou revoltada ao saber que alguns vereadores iriam proteger colegas acusados

Midiamax Publicado em 12/01/2015, às 11h05

None
img-20150112-wa0009.jpg

A população ficou revoltada ao saber que alguns vereadores iriam proteger colegas acusados

A população de Naviraí, a 350 quilômetros de Campo Grande, está acampada em frente da Câmara Municipal da cidade. Eles pretendem pressionar a votação, nesta segunda-feira (12) às 14 horas, que pode cassar alguns vereadores envolvidos em denúncias de corrupção e de improbidade administrativa.

Os populares começaram a chegar no último domingo (11), por volta do meio dia. Segundo alguns manifestantes, o boato de que muitos vereadores iriam votar contra a cassação revoltou o povo.

Eles protestam com faixas cujos dizeres são: “O vereador que votar a favor de ladrão também, é ladrão; Zé Roberto e Mário Gomes inimigos do povo”.

A investigação contra os parlamentares teve início em outubro de 2014 e foi denominada, pela PF (Polícia Federal), de Operação Atenas. Na ocasião, o MPE (Ministério Publico Estadual) pediu o indiciamento de 13 vereadores, contudo, a justiça indiciou apenas oito.

Nesta tarde, serão julgados, por 13 parlamentares, em voto aberto, os vereadores Cícero dos Santos, Adriano Silvério, Marcos Douglas e Carlos Alberto Sanches. Já renunciou ao cargo a vereadora Solange Melo. Todos estes parlamentares foram presos pela PF.

A Operação Atenas também cumpriu 28 conduções coercitivas e 35 mandatos de busca e apreensão contra servidores públicos municipais.

Jornal Midiamax