Política

Deputado fala em preferência pelo PMDB e vê vantagem na Capital

Pré-candidato diz que Puccinelli e Nelsinho são favoritos

Midiamax Publicado em 31/10/2015, às 14h14

None
convencao_pmdb_400x300_wr.jpg

Pré-candidato diz que Puccinelli e Nelsinho são favoritos

O pré-candidato do PMDB a Prefeitura de Campo Grande, Carlos Marun, não acredita que o partido está desgastado rumo a próxima eleição, em 2016. Segundo Marun, pesquisas revelam preferência por lideranças do PMDB em Campo Grande, o que significa vantagem do partido para o próximo pleito.

“Pesquisas têm apontado preferência significativa pelo André (ex-governador André Puccinelli-PMDB) e pelo Nelsinho (ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad-PMDB). Isso quer dizer que a população cansou de aventura”, justificou.

Na avaliação de Marun, o eleitor deve apostar na experiência ao escolher o próximo prefeito de Campo Grande, o que deve favorecer os candidatos do PMDB. “O PMDB terá candidato forte, com experiência administrativa e não como aventura, como nesta administração”, avaliou.

Marun é favorito a disputar a Prefeitura de Campo Grande pelo PMDB, nem tanto pela sua densidade eleitoral, mas pela falta de interesse de lideranças. Waldemir Moka (PMDB), André Puccinelli, Simone Tebet e Marquinhos Trad não querem a vaga e Marun surge como única opção.

Durante reunião no diretório o partido definiu que terá candidato próprio, mas não encontra muita facilidade com os nomes. Marun diz que não tem a candidatura como foco, mas como defende candidatura própria, está à disposição. Waldemir Moka e Puccinelli já disseram não.

Simone Tebet não descarta, mas diz que ainda se preferirem mulher, é a terceira opção, depois de Beth Puccinelli e Carla Stephanini. Marquinhos, por sua vez, não aceita disputar pelo PMDB e deve trocar de sigla.

Jornal Midiamax