Política

Bernal afirma já ter encontrado irregularidades em notas fiscais da Solurb

Para o prefeito, número exagerado em alguns serviços são indícios de irregularidades

Guilherme Cavalcante Publicado em 27/10/2015, às 19h17

None
img-20151027-wa0102.jpg

Para o prefeito, número exagerado em alguns serviços são indícios de irregularidades

O prefeito Alcides Bernal afirmou que, apesar da previsão de 60 dias de duração da recém-criada comissão mista que analisa as notas fiscais concedidas pela Prefeitura à Solurb, já foi possível identificar possíveis irregularidades. A informação foi concedida na tarde desta terça-feira (27) durante reunião de prestação de contas de dois meses de gestão, depois que Bernal foi reconduzido à Prefeitura.

Segundo Bernal, as notas acusam o pagamento 10 toneladas de animais de pequeno porte incinerados por mês e cerca de 250 km de meio fio pintado mensalmente. "São números muito altos, que precisam ser averiguados", destacou o prefeito, que destacou, ainda, que haverá um trabalho específico para apurar possíveis irregularidades nessas questões.

Bernal também apontou que espera que a Solurb honre o trato firmado em reunião de conciliação no TJ 9Tribunal de Justiça), em que ficou acordade que, durante os 60 dias da comissão, a coleta de lixo não poderá parar.

Comissão

Composta por representantes da Prefeitura e da Solurb, a abertura da comissão que investiga as notas ficou definida após reunião de conciliação. O grupo analisará as notas fiscais trocadas entre o Executivo Municipal e a Solurb dos últimos três meses da gestão de Olarte (junho, julho e agosto de 2015).

Jornal Midiamax