Política

Independente, prefeito do PMDB joga em três times diferentes nestas eleições

O prefeito de Nova Andradina, Roberto Hashioka (PMDB), declarou jogar em três times diferentes nestas eleições. O peemedebista participou do ato da candidata ao Senado, Simone Tebet (PMDB), no município, já declarou seu apoio ao petista Delcídio do Amaral, que vai disputar o governo, e disse que apoia o presidenciável Aécio Neves (PSDB). Na avaliação […]

Arquivo Publicado em 17/09/2014, às 18h40

None
701758246.jpg

O prefeito de Nova Andradina, Roberto Hashioka (PMDB), declarou jogar em três times diferentes nestas eleições. O peemedebista participou do ato da candidata ao Senado, Simone Tebet (PMDB), no município, já declarou seu apoio ao petista Delcídio do Amaral, que vai disputar o governo, e disse que apoia o presidenciável Aécio Neves (PSDB).

Na avaliação dele, apesar de ser uma figura pública, suas escolhas não provocam confusão porque são baseadas em convicções. “É uma questão pessoal e vejo os três como bons candidatos, então é questão de convicção”, afirmou Hashioka.

Simone é da Coligação “MS Cada Vez Melhor” do candidato ao governo Nelsinho Trad (PMDB), Delcídio é da Coligação “Mato Grosso Do Sul Com A Força De Todos” e Aécio Neves é apoiado por Reinaldo Azambuja (PSDB), da Coligação “Novo Tempo”.

Na manhã de terça-feira (16), Hashioka participou de uma reunião organizada pela peemedebista em Nova Andradina. O prefeito, inclusive, discursou no evento. “Foi uma reunião que teve lá num clube e eu falei”, pontuou.

No início do ano, o peemedebista declarou seu apoio ao petista durante uma visita do então pré-candidato petista à região do Vale do Ivinhema. Hashioka fez diversos elogios e destacou a trajetória profissional de Delcídio.

Quando o presidenciável Aécio Neves esteve em Dourados, no dia 19 de agosto deste ano, Hashioka também participou do evento que durou poucos minutos, já que o tucano tinha horário para partir para Cuiabá (MT) onde cumpriria agenda de campanha.

Reflexo

Por causa do apoio do marido declarado ao candidato petista, a deputada estadual Dione Hashioka (PSDB) desistiu de disputar a reeleição. No dia do registro das candidaturas a informação foi confirmada e a justificativa foi “por questões familiares”.

Jornal Midiamax