Política

Contratação da Mega Serv, feita por Bernal, é alvo de inquérito no MPE por irregularidades

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPE) vai aprofundar as investigações sobre a contratação da Mega Serv pelo prefeito cassado Alcides Bernal. Segundo o Diário Oficial do órgão desta quarta-feira (16), a 29ª Promotoria de Justiça da Comarca de Campo Grande vai converter o procedimento preparatório em inquérito civil. O inquérito n° 064/2013 […]

Arquivo Publicado em 16/04/2014, às 11h24

None
1569093393.jpg

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPE) vai aprofundar as investigações sobre a contratação da Mega Serv pelo prefeito cassado Alcides Bernal. Segundo o Diário Oficial do órgão desta quarta-feira (16), a 29ª Promotoria de Justiça da Comarca de Campo Grande vai converter o procedimento preparatório em inquérito civil.

O inquérito n° 064/2013 vai apurar eventuais irregularidades no pregão presencial n° 099/2013, que contratou a Mega Serv para limpeza e conservação das unidades da Secretaria Municipal de Saúde.

O MPE quer saber porque teria acontecido um retardamento no início do procedimento licitatório e se há irregularidades na habilitação da Mega Serv.

Na época da contratação, uma empresa concorrente contestou o valor apresentado pela Mega Serv, de R$ 9,2 milhões ou R$ 769 mil mensais, que seria inaplicável pelo valor e quantidade de serviços pedidos no edital.

Jornal Midiamax