Política

Com 12 assinaturas, vereador garante que Câmara vai instalar a CPI da Folia

Com 12 assinaturas favoráveis, duas a mais que o necessário, os vereadores de Campo Grande devem instalar a chamada CPI da Folia. O objetivo é investigar indícios de irregularidades na Fundação Municipal de Cultura (Fundac). A informação sobre a criação da CPI é do vereador Paulo Siufi (PMDB). Ele, Eduardo Romero (PTdoB) e Chiquinho Telles […]

Arquivo Publicado em 02/06/2014, às 15h18

None
1016147671.jpg

Com 12 assinaturas favoráveis, duas a mais que o necessário, os vereadores de Campo Grande devem instalar a chamada CPI da Folia. O objetivo é investigar indícios de irregularidades na Fundação Municipal de Cultura (Fundac).

A informação sobre a criação da CPI é do vereador Paulo Siufi (PMDB). Ele, Eduardo Romero (PTdoB) e Chiquinho Telles (PSD) encampam a ideia, tanto que o último organizou, para esta segunda-feira (2), audiência pública na quais foram discutidos detalhes sobre as denúncias envolvendo a Fundac.

Um dos focos da investigação é a empresa Eco Vida Prestadora de Serviços Ltda. Oficialmente, ela atua no plantio de mudas, mas, somente no carnaval deste ano levou R$ 1 milhão da Fundac por intermediar a contratação de artistas.

“Temos que chamar os proprietários desta empresa a prestar esclarecimentos”, disse Siufi, durante a audiência desta manhã. “Essa casa tem o dever e a obrigação de investigar”, completou o vereador.



Jornal Midiamax