Política

Cansado de ver abandono, grafiteiro pede para Bernal deixá-lo cuidar do Ayrton Senna

Cansado de ver o Parque Ayrton Senna abandonado, o grafiteiro Sullivan de Oliveira, 38, postou hoje (24) em seu Facebook pedido ao prefeito para cuidar do local. “Aquele parque vive abandonado, e eu pensei em fazer meu papel de cidadão e oferecer ao Bernal que me conceda o parque. É uma área grande que daria para fazer projetos […]

Arquivo Publicado em 24/01/2014, às 13h34

None
708386366.jpg

Cansado de ver o Parque Ayrton Senna abandonado, o grafiteiro Sullivan de Oliveira, 38, postou hoje (24) em seu Facebook pedido ao prefeito para cuidar do local. “Aquele parque vive abandonado, e eu pensei em fazer meu papel de cidadão e oferecer ao Bernal que me conceda o parque. É uma área grande que daria para fazer projetos social, culturais e esportivos em prol da população”, explica.

O grafiteiro revela que há programas como “Adote uma praça, adote um parque”, em que há investimentos de empresas que ajudam na manutenção. “Aí é só cuidar, fazer os projetos e depois prestar contas para a população”, conta, informando que tem amigos donos de multinacionais que também poderiam ajudar na manutenção do parque.

Sullivan diz que tenta falar desde o ano passado com o prefeito e não consegue. “Ele me bloqueou no Facebook, não me atende de jeito nenhum. Não sei o que fiz para ele, não tenho nada contra o prefeito, nada contra ninguém, só quero que flua este projeto”, ressalta.

O grafiteiro, autor do projeto Guardiões de Ídolos, que reúne pegadas de atletas famosos, como Neymar, imagina que o projeto seria bom para todos. “Imagina só, uma área grande, com as pegadas para todos verem, gratuitamente, crianças praticando esportes, atividades culturais, mecânicas sustentáveis. Ia trazer turista, aquecer o comércio da região”, destaca.

Jornal Midiamax