Política

Bernal se perde ao listar aliados que teria conseguido para garantir governabilidade

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), se perdeu com o número de aliados que teria conseguido para garantir a governabilidade. Depois de anunciar em várias ocasiões os novos colaboradores, hoje, ele não soube dizer o número exato. “Não sei o número, mas estamos conversando com os vereadores”, afirmou o prefeito em evento na […]

Arquivo Publicado em 07/02/2014, às 14h35

None
166134992.jpg

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), se perdeu com o número de aliados que teria conseguido para garantir a governabilidade. Depois de anunciar em várias ocasiões os novos colaboradores, hoje, ele não soube dizer o número exato.

“Não sei o número, mas estamos conversando com os vereadores”, afirmou o prefeito em evento na Governadoria na manhã desta sexta-feira (7). As mudanças constantes na base aliada o confundiram. Em ocasiões passadas, por exemplo, ele citou Paulo Siufi (PMDB) que continuou na oposição.

Sem saber dos números, Bernal diz acreditar que já tenha um número significativo de aliados. “Acho que já conseguimos um número significativo”, pontuou o prefeito. O progressista precisa do apoio de 15 vereadores para garantir a governabilidade.

O secretário de governo, Pedro Chaves, escolhido para ser o articulador de Bernal calculou já ter doze vereadores na base aliada. Ele disse que anunciaria hoje a lista oficial dos novos parceiros.

Mudança

A saída de Pedro Chaves está prevista para abril, quando termina o prazo de desincompatibilização. Ele é suplente do senador Delcídio do Amaral (PT) que vai disputar o governo do Estado. Para substituir o secretário, Bernal afirmou que já tem vários nomes importantes.

Como de costume, preferiu manter sigilo dos possíveis substitutos para seu articulador. Questionado se o vereador seria um bom nome para ocupar a vaga de Chaves, Bernal confirmou que seria.

Jornal Midiamax