Política

Sindicalistas jogam moedas em vereadores e sessão é encerrada na Câmara

Foi adiada a votação desta terça-feira (8) para definir se a Câmara Municipal de Campo  Grande abre ou não comissão processante para investigar o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) após sindicalistas jogarem moedas nos vereadores. O tumulto e discussão permearam a sessão desta manhã, após a entrada de mais de 500 pessoas na […]

Arquivo Publicado em 08/10/2013, às 13h47

None

Foi adiada a votação desta terça-feira (8) para definir se a Câmara Municipal de Campo  Grande abre ou não comissão processante para investigar o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) após sindicalistas jogarem moedas nos vereadores.


O tumulto e discussão permearam a sessão desta manhã, após a entrada de mais de 500 pessoas na Câmara. Com cartazes e faixas produzidos, os supostos manifestantes discutiam com os vereadores e não deixaram a votação acontecer.


O vereador Waldecy Chocolate foi atingido pelas moedas e saiu chorando do plenário, abraçado pelo vereador João Rocha (PSDB).


O desrespeito começou quando foi levada pára a discussão antes da votação a ausência do vereador Jamal (PR).

Jornal Midiamax