Política

Edil espera que batalha judicial não atrapalhe comissão e Bernal prove a inocência alegada

O presidente da Comissão Processante que tramita na Câmara de Campo Grande, vereador Edil Albuquerque (PMDB), comemorou a decisão judicial que manteve as investigações das denúncias contra a gestão do prefeito Alcides Bernal (PP). Na madrugada desta quinta-feira (21) a Câmara conseguiu derrubar a decisão de ontem (20), que paralisou os trabalhos até julgamento do […]

Arquivo Publicado em 21/11/2013, às 11h06

None
207954439.jpg

O presidente da Comissão Processante que tramita na Câmara de Campo Grande, vereador Edil Albuquerque (PMDB), comemorou a decisão judicial que manteve as investigações das denúncias contra a gestão do prefeito Alcides Bernal (PP).

Na madrugada desta quinta-feira (21) a Câmara conseguiu derrubar a decisão de ontem (20), que paralisou os trabalhos até julgamento do recurso impetrado pelo prefeito. Agora, os vereadores vão continuar o trabalho, ainda que o agravo do prefeito continue tramitando no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS).

“A comissão tem o direito de concluir o trabalho, principalmente ouvindo o prefeito, que tanto fala que não fez nada. Agora ele está falando que tem documento para mostrar. Entendemos que o momento oportunizou para que cumpra o que falou e vá lá”, desafiou.

Edil explica que o prefeito não é obrigado a comparecer e pode enviar um advogado ou o procurador jurídico do Município. Porém, espera que o prefeito compareça, embora tente, judicialmente, evitar explicações na Comissão Processante.

“Ele fala que vai e escora na Justiça. Agora, juridicamente falando, ele tem o direito de espernear. Eu diria para vocês que eles não vão parar com a batalha jurídica, mas continuaremos nosso trabalho”, concluiu.

Jornal Midiamax