Política

Por proximidade com o PMDB, Matos será destituído da direção do PP

Presidente regional do PP e pré-candidato a prefeito da Capital, o deputado estadual Alcides Bernal, está decidido a destituir a direção municipal do partido e nomear novo dirigente “alinhado ao projeto de candidatura própria em Campo Grande”. Segundo Bernal, o atual presidente Paulo Matos, diretor da Emha (Agência Municipal de Habitação), está mais empenhado em […]

Arquivo Publicado em 07/03/2012, às 17h05

None

Presidente regional do PP e pré-candidato a prefeito da Capital, o deputado estadual Alcides Bernal, está decidido a destituir a direção municipal do partido e nomear novo dirigente “alinhado ao projeto de candidatura própria em Campo Grande”.


Segundo Bernal, o atual presidente Paulo Matos, diretor da Emha (Agência Municipal de Habitação), está mais empenhado em atender os interesses do grupo do governador André Puccinelli (PMDB) e do prefeito Nelsinho Trad (PMDB) do que trabalhar para tornar o PP maior em Mato Grosso do Sul. Neste sentido, o deputado teme influência de Matos para vetar candidatura própria e manter aliança com o PMDB na Capital.


“Vou convocar reunião para a próxima segunda-feira (12), destituir o Matos da presidência municipal e nomear comissão provisória”, anunciou Bernal nesta quarta-feira (7).


Indagado sobre o próximo presidente municipal do PP, Bernal não adiantou o nome do escolhido só garantiu escolher alguém de sua “mais absoluta confiança e alinhado ao projeto de candidatura própria”.


Matos, da mesma forma que o deputado, declarava-se pré-candidato a prefeito da Capital. Para Bernal, a candidatura visava tumultuar o processo, por isso, ele foi à direção nacional em busca da oficialização de sua pré-candidatura. O presidente nacional do PP, Francisco Dornelles (RJ), até gravou vídeo anunciando apoio ao parlamentar.

Jornal Midiamax