Política

Bernal garante que sua administração não prestará serviços para poderosos

Na manhã desta segunda-feira (15), o candidato a prefeito de Campo Grande, deputado estadual Alcides Bernal (PP), destacou, no programa da Mega 94 FM, propostas para a administração da Capital. Prédio da Câmara Municipal, antiga rodoviária, transporte coletivo e educação foram alguns dos temas discutidos durante o programa. Em relação ao prédio da Câmara Municipal, […]

Arquivo Publicado em 15/10/2012, às 11h37

None

Na manhã desta segunda-feira (15), o candidato a prefeito de Campo Grande, deputado estadual Alcides Bernal (PP), destacou, no programa da Mega 94 FM, propostas para a administração da Capital. Prédio da Câmara Municipal, antiga rodoviária, transporte coletivo e educação foram alguns dos temas discutidos durante o programa.


Em relação ao prédio da Câmara Municipal, que a partir do ano que vem abrigará 29 vereadores, Bernal afirmou que a melhor saída para abrigar todos os parlamentares é adquirir uma sede própria, mesmo porque, segundo ele, pagar aluguel é muito dispendioso e já rendeu muitos problemas.


“É constrangedor para uma Capital acolher os representantes do povo em um prédio alugado, onde o proprietário já até pediu despejo por falta de pagamento”, citou. “Sendo eleito resolverei esse problema para que os vereadores tenham segurança e conforto. A Câmara terá sede própria com acessibilidade à população”, emendou.


Afirmando ser grave a situação da antiga rodoviária, o candidato do Partido Progressista afirmou que fez reuniões com a população local para definir as melhores alternativas. Ele assegurou que o lugar voltará a ser “pujante como era antes”.


“Promoveremos a mudança para lá de órgãos públicos, escritórios, delegacias, ajuizados especiais. O objetivo é dar segurança, movimentação para os comerciantes terem interesse em se instalar ali”, destacou.


Sobre a questão da saúde, o candidato citou melhorias que pretende fazer na área e, ainda, apontou que o maior problema da área em Campo Grande é a gestão. Ele afirmou que existem R$ 744 milhões destinados para o setor, e, no entanto, não tem médicos suficientes para atender a população, há demora na marcação de consultas e no recebimento de exames, entre outros fatores. ”O problema não é falta de capital, é falta administração e boa gestão”, atacou.


Mesmo dizendo que Campo Grande possui boa qualidade na área da educação, Bernal afirmou que ainda precisa avançar mais. “Até acompanhei o atual prefeito na entrega de kits escolares e reconheço que é um avanço, mas precisa avançar mais”, frisou.


As propostas para o setor vão desde a construção de creches, capacitação e valorização de profissionais, até a implantação de escolas em tempo integral. O candidato ressaltou que, a intenção é dar uma educação de qualidade para que, no futuro, existam menos delegacias e presídios.


Quanto ao transporte coletivo, Bernal criticou o valor da tarifa, a demora e a falta de comodidade e, acrescentou que esses fatores levam as pessoas a comprarem automóveis, o que resulta num tráfego maior na cidade e, consequentemente, mais acidentes.


“Vou garantir a revisão da tarifa, passe do estudante, enfermo, idoso, tudo vai funcionar de forma eficiente, com o aumento do número de ônibus e a viabilização de linhas no local de fluxo grande”, comentou.


Por fim, o candidato ressaltou que sua administração será de obras justas, com  um secretariado profissional e de ficha limpa. “Nossa administração será de transparência, com apresentação de contas periodicamente e não estaremos a serviços de poderosos, mas das pessoas”.


Jornal Midiamax