Política

Athayde declara que PPS apoiará Bernal no segundo turno em Campo Grande

Candidato a vice-prefeito do deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), o vereador Athayde Nery (PPS) declarou, na manhã desta quinta-feira (11) em entrevista à rádio Cultura AM, que o PPS apoiará o deputado estadual Alcides Bernal (PP) em confronto com o governista Edson Giroto (PMDB) na disputa pelo comando da Prefeitura de Campo Grande. “Por unanimidade, […]

Arquivo Publicado em 11/10/2012, às 14h11

None
1136033397.jpg

Candidato a vice-prefeito do deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), o vereador Athayde Nery (PPS) declarou, na manhã desta quinta-feira (11) em entrevista à rádio Cultura AM, que o PPS apoiará o deputado estadual Alcides Bernal (PP) em confronto com o governista Edson Giroto (PMDB) na disputa pelo comando da Prefeitura de Campo Grande.


“Por unanimidade, foi aprovada a opção de o PPS acompanhar a candidatura de Alcides Bernal, do PP”, anunciou Athayde, no programa RC 360 Graus, apresentado pelo jornalista Artur Mario. Segundo ele, a decisão foi amplamente discutida em reunião na noite de quarta-feira (10) com a participação de todas as lideranças e dirigentes do partido.


Logo após do encontro, Athayde fez questão de adiantar a decisão ao candidato a prefeito pelo PSDB. “Nós já tínhamos adiado a decisão e nós não poderíamos mais deixar de colocar isso, então, avisei o nosso candidato a prefeito Reinaldo Azambuja de que o PPS iria tomar sua decisão e fizemos de maneira democrática, por que o momento exige isso, as pessoas estão nos cobrando essa posição”, ponderou.


Carta de compromisso


A oficialização do apoio, segundo Athayde, acontecerá a partir das 15 horas em entrevista coletiva, com a presença de Bernal para firmar compromisso de adesão às propostas do PPS em seu plano de governo. “Essa carta de princípios está assentada em três pilares: primeiro a questão da transparência, segundo a questão da participação e o terceiro o planejamento”, informou. “Esses três pilares permitem que nós façamos de Campo Grande uma gestão que consiga construir com as pessoas, que dê as pessoas metas de curto, médio, prazo e que saiba o que você está fazendo”, acrescentou.


Athayde ainda explicou não ter como o partido seguir outro rumo depois de uma campanha norteada com o apelo por renovação. “Nós fomos procurados pelo governador (André Puccinelli), pelo candidato da situação (Giroto) e a gente agradece, mas não podemos deixar de seguir o caminho que nós optamos no primeiro turno, que foi o caminho da mudança responsável e nós esperamos que o Bernal assuma esses compromissos e assumindo terá o PPS na sua totalidade”, frisou.


Além disso, segundo Athayde, a forma de o PMDB administrar contribuiu para afastar o PPS de Giroto. “Nesse momento um dos problemas com o PMDB é o seu hegemonismo, a forma como o governador acabou assumindo a direção, sem permitir que houvesse crescimento dos seus parceiros e os incomodados que se mudem, entregamos os cargos e fomos à luta de forma responsável”, afirmou. “Queremos uma Campo Grande para todo mundo”, emendou.


Para finalizar, o vereador disse que “democracia não se faz com medo, com subserviência, democracia se faz com amor pelo país”. “Nós não fazemos aliança para bajular, fazemos aliança para ajudar”, finalizou. O PSDB, por sua vez, promete anunciar o destino na eleição na próxima segunda-feira (15).

Jornal Midiamax