Política

Dois vereadores assumem vagas na Câmara de Chapadão

Os vereadores Levi da Silva e Ilton Henrichsen vão ocupar as vagas deixadas em função da cassação do diploma de Eduardo Belotti e pelo recálculo dos votos da última eleição diante da anulação dos sufrágios dados aos então vereadores que pleiteavam a sua reeleição e cujas candidaturas haviam sido impugnadas. Nesse recálculo perdeu o cargo […]

Arquivo Publicado em 03/05/2011, às 10h07

None

Os vereadores Levi da Silva e Ilton Henrichsen vão ocupar as vagas deixadas em função da cassação do diploma de Eduardo Belotti e pelo recálculo dos votos da última eleição diante da anulação dos sufrágios dados aos então vereadores que pleiteavam a sua reeleição e cujas candidaturas haviam sido impugnadas. Nesse recálculo perdeu o cargo o vereador José Humberto de Freitas.


Ontem, durante a sessão assumiu Levi da Silva como suplente da coligação PTN/PR/PP/PSB, que havia elegido Dudu Belotti e que manteve a sua vaga. Na vaga de José Humberto de Freitas assume provisoriamente o suplente da coligação PDT/PT, Eroeni Rodrigues Dias, o Bin da Rádio.


Ilton Henrichsen, da coligação PTB/PSC, que conquistou uma vaga no recálculo dos votos válidos, somente assumirá após a sua diplomação, marcada pela Juíza Eleitoral para a próxima terça-feira (10).


Na ação confirmada na última segunda-feira (25) pela Justiça Eleitoral, na qual Dudu Belotti tem o diploma cassado e são anulados os votos dos impugnados da eleição de 2008, há uma multa a ser paga de 30 mil UFIR o que corresponde a mais de R$30 mil.


Segundo informações do Promotor de Justiça Marcus Vinicius Tieppo Rodrigues, o Ministério Público ingressou na segunda vara de Chapadão do Sul com Ação de Improbidade Administrativa, na qual pede o ressarcimento de todo recurso público gasto indevidamente pelos vereadores da época, além de instaurar processo de cassação.

Jornal Midiamax