Política

Horário eleitoral: “Quem tem medo do Artuzi”, questiona Zeca; “Bater no PMDB é chover no molhado”, diz Braga

O horário eleitoral dos candidatos ao governo hoje mostrou um clima mais ameno. Pelo menos na parte da coligação “Amor, trabalho e fé”. Fugindo dos vídeos que foram mostrados ele apenas reafirmou “que todos os repasses foram feitos de formas oficiais” e acusou os adversários de estarem no “desespero da derrota que se aproxima”, disse […]

Arquivo Publicado em 24/09/2010, às 23h02

None

O horário eleitoral dos candidatos ao governo hoje mostrou um clima mais ameno. Pelo menos na parte da coligação “Amor, trabalho e fé”.

Fugindo dos vídeos que foram mostrados ele apenas reafirmou “que todos os repasses foram feitos de formas oficiais” e acusou os adversários de estarem no “desespero da derrota que se aproxima”, disse o governador e candidato a reeleição André Puccinelli.

Com um programa diferente dos anteriores e com melhor produção, Nei Braga do PSOL continuou atacando diretamente o candidato Zeca do PT, da coligação “A força do povo”.

Segundo Braga, partido está esperando como Zeca irá usar os vídeos que mostram o deputado Ary Rigo falando do suposto esquema de propinas no Parque dos Poderes, o direcionamento continuará sendo este.

“Estamos esperando o que o PT tem pra produzir em cima dos vídeos. A nossa tática continua bater no PT, pois bater no PMDB é chover no molhado. Zeca disse que era de esquerda e ele não é”, declarou Nei Braga.

Já o programa petista, mostrou notícias nacionais sobre o escândalo do Parque dos Poderes e Zeca repudiou a atitude de Puccinelli em mudar o foco das declarações de Rigo.

Segundo o programa, o Tribunal de Contas Estaduais não houve essa devolução do repasse de R$ 2 milhões ao governo do Estado. E que quando o repasse acontece não é feito em dinheiro.

Os petistas ainda questionaram o porquê do prefeito afastado de Dourados, Ari Artuzi estar incomunicável desde quando foi preso no dia 1 de setembro não poder conversar com ninguém.

“Quem esconde Artuzi, quem tem medo da boca do prefeito?”, questionou Zeca. Coincidentemente, Artuzi foi transferido hoje do 3º Distrito Policial para um local ainda não divulgado.

Jornal Midiamax