Política

Edil Albuquerque desiste da candidatura como suplente de Murilo e culpa Puccinelli

Fontes próximas ao vice-prefeito informam que a renúncia foi justificada por divergência com o governador André Puccinelli. Segundo Murilo, a campanha continua normalmente porque decisão de Edil é "questão interna do PMDB".

Arquivo Publicado em 08/09/2010, às 01h01

None

Fontes próximas ao vice-prefeito informam que a renúncia foi justificada por divergência com o governador André Puccinelli. Segundo Murilo, a campanha continua normalmente porque decisão de Edil é “questão interna do PMDB”.

O vice-prefeito da capital Edil Albuquerque (PMDB) desistiu nesta terça-feira (7) de concorrer às próximas eleições como candidato a suplente de senador de Murilo Zauith (DEM). Fontes próximas a Edil informam que a renúncia foi justificada por divergência com o governador André Puccinelli, também do PMDB.


O vice-governador Murilo Zauith confirma a decisão de Edil e diz que os motivos são única e exclusivamente ligados a “problemas internos do PMDB”. (Leia mais na matéria abaixo)


Desavença


Já no início de junho deste ano, Edil havia anunciado o rompimento político com Puccinelli. Porém, dia 19 de junho, depois de reunião na residência do vice-prefeito, ele aceitou ser suplente na chapa de Murilo Zauith ao Senado.


Segundo Edil, Puccinelli fez apelo em nome do partido alegando que sem ele o PMDB perderia o tempo de televisão do DEM. O vice-prefeito já havia declarado que a própria família não via com bons olhos sua reconciliação com Puccinelli, por discordar dos métodos de fazer política de Puccinelli.

Jornal Midiamax