Polícia / Trânsito

‘Do nada tiraram a vida dele’, lamenta esposa de homem morto em acidente

“Do nada tiraram a vida dele”. É com esta frase que Iraci Lourenco, de 56 anos, se manifestou, ainda em choque, após o acidente que matou o marido dela, Jair Fernandes, de 47 anos, e do amigo dele, Mário Jorge Pereira, de 54 anos, nesta quinta-feira (04), em Campo Grande. Ela lamentou que o marido […]

Renan Nucci Publicado em 04/02/2021, às 14h32 - Atualizado em 05/02/2021, às 08h23

Automóvel Gol usado pelo autor. Foto: Leonardo de França
Automóvel Gol usado pelo autor. Foto: Leonardo de França - Automóvel Gol usado pelo autor. Foto: Leonardo de França
'Do nada tiraram a vida dele', lamenta esposa de homem morto em acidente
Carro em que as vítimas estavam ficou bastante destruído. Foto: Leonardo de França

“Do nada tiraram a vida dele”. É com esta frase que Iraci Lourenco, de 56 anos, se manifestou, ainda em choque, após o acidente que matou o marido dela, Jair Fernandes, de 47 anos, e do amigo dele, Mário Jorge Pereira, de 54 anos, nesta quinta-feira (04), em Campo Grande. Ela lamentou que o marido se foi no dia em que completava mais um ano de vida.

Conforme já noticiado, Jair e Mário Jorge estavam em um Renault Scenic na Avenida Guaicurus, região do Núcleo Habitacional Universitárias, quando foram atingidos por um automóvel Gol conduzido por um rapaz de 20 anos, que estava em fuga pela Marginal Bálsamo. Com o impacto, os dois amigos não resistiram e morreram. O rapaz do Gol foi socorrido, levado ao pronto-socorro e preso por homicídio.

“Era aniversário dele hoje, iam assar uma carne, mas saiu um infeliz desse não sei da onde, e tirou a vida dele”, disse a mulher. Iraci não teve filhos com Jair, mas lembrou que o marido cuidava das filhas dela como se fossem filhas dele. O casal esteve junto por mais de 10 anos, no entanto, a união chegou ao fim de forma trágica. “Espero que pague pelo que fez”, protestou ela sobre o motorista do Gol.

O acidente

O delegado Lucas Soares de Caires, plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Cepol (Centro Especializado de Polícia), explicou que o autor estava fugindo quando houve a colisão. Ele estava em um veículo Gol com uma mulher. 

Tal mulher havia o encontrado para terminar o namoro iniciado recentemente com ele, pois ela tinha intenções de voltar para o ex-marido. Porém, quando os dois conversavam dentro do veículo, o ex-marido dela chegou de moto. Os homens então iniciaram uma discussão, oportunidade em que o rapaz, com a mulher ainda dentro do carro, arrancou e saiu em alta velocidade pela Marginal Bálsamo, no Núcleo Habitacional Universitárias

Ao cruzar a Avenida Guaicurus, atingiram o Renault Scenic ocupado por Jair e Mário Jorge, que não resistiram à colisão. O motorista do Gol e a mulher foram socorridos e encaminhados ao pronto-socorro. Logo após o acidente, o ex-marido da mulher foi à Depac Cepol prestar esclarecimentos e deu sua versão sobre os fatos.

 A história contada por ele foi confirmada pela ex-mulher, que não se feriu com gravidade e foi ouvida pelos investigadores enquanto recebia atendimento médico. O caso foi registrado na Cepol, mas será encaminhado à 5ª Delegacia de Polícia Civil da Capital.

Jornal Midiamax