Polícia / Trânsito

Motorista se apresenta à polícia após provocar acidente grave e fugir

Na tarde de sábado (29), motorista de 30 anos se apresentou à polícia após ter provocado acidente grave durante a madrugada do mesmo dia, na Avenida Júlio de Castilho. A vítima, motociclista de 21 anos, sofreu ferimentos graves e segue no hospital. Conforme a delegada Christiane Grossi titular da 7ª Delegacia e que deve ficar […]

Renata Portela Publicado em 01/07/2019, às 11h51 - Atualizado às 14h02

Delegada Christiane Grossi, da 7ª DP (Foto: Minamar Junior)
Delegada Christiane Grossi, da 7ª DP (Foto: Minamar Junior) - Delegada Christiane Grossi, da 7ª DP (Foto: Minamar Junior)

Na tarde de sábado (29), motorista de 30 anos se apresentou à polícia após ter provocado acidente grave durante a madrugada do mesmo dia, na Avenida Júlio de Castilho. A vítima, motociclista de 21 anos, sofreu ferimentos graves e segue no hospital.

Conforme a delegada Christiane Grossi titular da 7ª Delegacia e que deve ficar responsável pelo caso, o condutor da Pajero, que fez conversão indevida na avenida se apresentou na tarde do mesmo dia, na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

O caso foi registrado no dia como lesão corporal culposa, quando não há intenção, e omissão de socorro à vítima. “Só justifica o motorista sair do local do acidente em caso de grave ameaça a ele, se as pessoas que estiverem no local ameaçarem a segurança dele”, disse a delegada.

Segundo a autoridade policial, a pena para lesão corporal culposa é de detenção de 6 meses a 2 anos, mas a omissão de socorro pode aumentar em um terço e deixa de ser considerado crime de menor potencial para ser julgado pela Justiça comum. “O motorista alegou que olhou para trás, viu que pessoas socorriam o motociclista e por isso foi embora”, disse a delegada Christiane sobre registro no boletim de ocorrência.

A polícia deve analisar as imagens do acidente, que foi filmado por câmeras de segurança do local. O vídeo, publicado no dia pelo Jornal Midiamax, foi publicado nas redes sociais por amigos da vítima, que procuravam o motorista. É possível ver que o condutor da Pajero faz a conversão em local indevido e acaba atingido pelo motociclista, mas pelo vídeo não há sinal de que o condutor tenha parado. O caso será analisado.

Estado de saúde

O motociclista Gabriel de 21 anos ficou em estado grave. Conforme informações policiais, ele sofreu fratura na coluna e TCE (Traumatismo Cranioencefálico). Ele segue internado na Santa Casa de Campo Grande, passou por cirurgia neurológica nesta manhã (1º) e o estado de saúde até o momento é estável.

Jornal Midiamax