Polícia / Trânsito

Após acidente na BR-163, motociclista sem CNH tenta sair da rodovia e causa nova colisão

Os casos aconteceram com 40 minutos de diferença 

Midiamax Publicado em 16/01/2017, às 22h33

None
whatsapp_image_2017-01-16_at_18.09.56.jpeg

Os casos aconteceram com 40 minutos de diferença 

Em menos de 40 minutos, dois acidentes foram registrados no Anel Viário de Campo Grande, na BR-163. E foi justamente ao perceber a movimentação de policiais e socorrista na rodovia, que um motociclista sem CNH (Carteira Nacional de Habilitação) tentou sair da via e causou a segunda colisão.

O primeiro caso, segundo a polícia, envolveu um Ford Del Rey e uma motociclista Honda CB 300R. Os dois veículos seguiam pela rodovia em sentido a saída de Cuiabá para a de Três Lagoas, quando o carro passeio fez uma conversão errada e sem parar no acostamento, reduziu para entrar em uma estrada de acesso ao Jardim Noroeste.

Neste momento o motociclista que vinha logo atrás do Del Rey não conseguiu parar e colidiu com o veículo. Com o impacto, ele sofreu um ferimento na perna e foi socorrido por equipes da CCR MSVia para a Santa Casa. O condutor do carro estava sozinho, recebeu atendimento, mas não se feriu.

As equipes da concessionária e também da PRF (Polícia Rodoviária Federal) permaneceram no local, registrando e atendendo a ocorrência quando, cerca de 40 minutos depois, um novo acidente aconteceu na região. Desta vez, uma Honda Titan 150 e um Hyundai Tucson se envolveram na colisão.

Para a equipe do Jornal Midiamax, o condutor da Tucson, de 42 anos, contou que ele e as três irmãs saíram de Jacarezinho, no Paraná e seguiam para Guarantã do Norte, no Mato Grosso. Chegando em Campo Grande, o condutor da Honda Titan estava na sua frente e quando os dois veículos se aproximaram do local do acidente, o motociclista fez uma conversão rápida, em uma tentativa de sair da rodovia.

“Ele virou do nado”, explicou o homem. Ninguém no carro ficou ferido. O motorista relatou que tentou desviar da moto, mas não conseguiu e atingiu a lateral do veículo. Com isso, a motocicleta foi arrastada por uns 10 metros. Mesmo com a dinâmica do acidente, a vítima sofreu escoriações e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

No local, a polícia constatou que o motociclista não possuía CNH e também estava com os documentos do veículo vencidos. A irregularidade levantou a suspeita de que a vítima tentava sair da rodovia, para não ser abordado e acabou causando a colisão. O caso deve ser apurado pela PRF. 

Jornal Midiamax