Polícia / Trânsito

Motorista dorme ao volante, atropela e mata trabalhador na BR-267

A vítima trabalhava na sinalização da rodovia 

Midiamax Publicado em 19/11/2016, às 23h45

None
sem_titulo.jpg

A vítima trabalhava na sinalização da rodovia 

Felipe Luis Macedo, de 20 anos, morreu ao ser atropelado enquanto trabalhava nas margens da BR-267, em Nova Alvorada do Sul, a 115 quilômetros de Campo Grande. O jovem, que é morador de Curitiba (PR), foi atingido por um Volkswagen Gol depois que o condutor, um vendedor de 53 anos, dormiu ao volante na tarde deste sábado (19).

Para o jornal Nova Alvorada Notícias, o motorista do veículo contou estava retornando de uma viagem de trabalho para a cidade de Assis (SP). No início da tarde, ele parou para o almoço em um posto de combustível e logo em seguida retornou a estrada, mas no trajeto dormiu ao volante, perdeu o controle da direção e atropelou Felipe Luis, que estava na margem da rodovia.

A vítima prestava serviços a Empresa Citran de Minas Gerais, como terceirizada do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), e fazia a manutenção da sinalização BR-267 quando foi morto. O condutor do Gol só acordou com o impacto do acidente. Ele ainda saiu da pista, invadiu o estacionamento de um comércio da região, só parando depois de colidir em uma árvore a 50 metros do atropelamento.

Ainda conforme o site local, companheiros de trabalho de Felipe Luis agrediram o vendedor e ameaçaram atear fogo em seu veículo. A violência só parou com a chegada a PRF (Polícia Rodoviária Federal). O homem foi levado para o Hospital Municipal de Nova Alvorada do Sul, com lesões na cabeça, em virtude as agressões.

Agora ele será autuado por homicídio culposo, quando não há intenção e o caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil da cidade.  O corpo do jovem foi removido para o Imol (Instituto Médico e Odontológico Legal) de Dourados e depois será transportado para Minas Gerias, onde seus familiares moram. 

Jornal Midiamax