Polícia / Trânsito

Odebrecht remove guindaste que causou acidente no Itaquerão

Após o recesso do final de ano, a Odebrecht começou a limpeza dos 5% da obra que estavam interditados desde que ocorreu o acidente que matou dois operários, em 27 de novembro de 2013. O guindaste que causou o acidente também foi retirado do local e colocado em uma outra área da arena. Isso só […]

Arquivo Publicado em 04/01/2014, às 19h50

None

Após o recesso do final de ano, a Odebrecht começou a limpeza dos 5% da obra que estavam interditados desde que ocorreu o acidente que matou dois operários, em 27 de novembro de 2013. O guindaste que causou o acidente também foi retirado do local e colocado em uma outra área da arena. Isso só foi feito agora porque a área estava interditada para passar pela avaliação da perícia.

O guindaste foi substituído por outros dois aparelhos menores, para que o trabalho possa seguir na obra. O aparelho grande não foi totalmente retirado do canteiro porque a perícia ainda pode solicitar mais testes.

Ainda falta, porém, retirar a treliça que dava suporte ao aparelho. É uma rede de estruturas interligadas que sustentavam o guindaste. A expectativa da construtora é de que tudo seja removido até o próximo dia 15.

Agora, será possível retirar a peça da cobertura que caiu junto com o guindaste e começar o trabalho de reconstrução do prédio leste do Itaquerão. Odebrecht, Corinthians e Fifa (Federação Internacional de Futebol) pretendem entregar a obra completa em 15 de abril.

Jornal Midiamax